Gilmar Mendes manda soltar Pepe Richa

Ex-secretário foi preso pela segunda vez no dia 26 de setembro

 

Pepe Richa (Foto: Reprodução)

O ex-secretário de Estado da Infra-Estrutura e Logística, Pepe Richa, deixa a sede da Superintendência da Polícia Federal, onde está preso, pela segunda vez. Quem determinou a soltura foi o ministro do Supremo Tribunal federal (STF) Gilmar Mendes. Pepe estava preso desde 26 de setembro no âmbito da Operação Integração II, da Lava Jato, que investiga a máfia do pedágio no Paraná.

A decisão de Gilmar Mendes, determina também a liberdade de outros sete presos na 55ª fase operação: Elias Abdo, Ivano Abdo, Evandro Vianna, Claudio Machado, José Julião Terbai, José Camilo Teixeira e Ruy Sergio Giublin.

Segundo o ministro, a Lava Jato não pode emprestar prova de outra operação (Rádio Patrulha, do Gaeco) que já tinha sido objeto de habeas corpus. A Rádio Patrulha investiga desvio de dinheiro público de obras em estradas rurais.

Relacionadas

EDUCAÇÃO

Governo adia prova de conhecimento do PSS para 20 de dezembro

PANDEMIA DA COVID-19

Governo do Paraná confirma implantação do toque de recolher

SUGESTÃO

Deputados pedem suspensão das provas do PSS do magistério

Comentários