Governo orienta municípios a ampliar pontos de vacinação contra a gripe

Em Guarapuava, na segunda (23) entre 8h e 17h, a vacina será ofertada nas UBS, no Parque do Lago e Cisgap para idosos e profissionais da saúde

Governo orienta municípios a ampliar pontos de vacinação contra a gripe (Foto: Geraldo Bubniak/ANPr)

Começa na segunda (23) e segue até 22 de maio, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza 2020. A campanha traz mudanças em função da pandemia do coronavírus. Assim, além da antecipação do período – que normalmente tem início em abril-, a vacinação será ampliada.

Conforme o Governo do Paraná, além dos postos de vacinação, este ano a campanha terá a participação de parceiros como empresas, universidades, escolas, comércio e instituições. Entretanto, essa logística dependerá do planejamento de cada município. O objetivo é evitar a aglomeração de pessoas e aumentar a cobertura vacinal.

De acordo com o o secretário da Saúde Beto Preto, a estratégia neste ano é diferente. “Vamos contar o com apoio da sociedade para que a vacinação se estenda para mais pontos. Os municípios têm autonomia para definir estes locais junto às instituições e organizações parceiras”.

Em Guarapuava, na segunda (23) entre 8h e às 17h, a vacina será ofertada no estacionamento do Parque do Lago e do Cisgap para idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

GUARAPUAVA

Em Guarapuava, a Secretaria de Saúde preparou um dia para intensificar a imunização de parte do grupo de risco. Como a gripe apresenta sintomas similares ao Covid-19, a estratégia do Ministério da Saúde é imunizar, neste momento, idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde.

Assim de acordo com a chefe do Departamento de Epidemiologia, Chayane Andrade, este ano, a campanha será por etapas. “Esta primeira fase será apenas para o público que está mais exposto ao vírus e aos seus riscos. Se imunizarmos este grupo contra a gripe, facilitaremos a identificação de uma possível ocorrência do Covid-19”.

Considerando os cuidados necessários com a pandemia do coronavírus, entre 8h e às 17h desta segunda, a vacinação será ofertada no estacionamento do Parque do Lago e do Cisgap para idosos acima de 60 anos e profissionais da saúde.

Nas UBS do município, exceto na unidade Primavera, também haverá oferta da vacina para esse público, com distribuição de senhas, respeitando o limite de aglomeração de 50 pessoas em ambiente fechado, conforme decreto.

“Pedimos o bom senso e a colaboração dos guarapuavanos, mais um vez, para que realmente utilizem os espaços abertos de imunização, que são alternativas fundamentais para mantermos esse grupo seguro contra a Covid-19 e contra a gripe”.

A partir de terça (24), as vacinas seguem disponíveis nas UBS, das 8h às 17h, e no Cisgap, das 7h às 11h15 e das 13h às 16h45. Além da carteirinha de vacinação, é necessário levar um documento com foto e o cartão SUS (Sistema Único de Saúde).

ETAPAS E PÚBLICOS

Neste ano, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza será em três etapas, com grupos distintos. Os idosos e profissionais de saúde serão contemplados na primeira fase, no período de 23 de março a 16 de maio. Porém, para os idosos acima de 70 anos, acamados ou não, e asilados, a orientação da secretaria estadual às secretarias municipais é para que sejam criadas estratégias de vacinação no domicílio.

Conforme a Sesa, a segunda etapa, a partir de 16 de abril, abrangerá professores, profissionais das forças de segurança, portadores de doenças crônicas e outras condições especiais. E por fim, a terceira e última fase terá início em 9 de maio, com a vacinação de crianças de seis meses a menores de cinco anos. Além disso, crianças com 11 meses e 29 dias, gestantes, puérperas e povos indígenas. E também, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que cumprem medidas socieoeducativas, presos, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos.

O Paraná tem 1,8 mil salas de vacinas, distribuídas nos 399 municípios. Assim, a meta é imunizar 90% de cada um dos grupos prioritários contra influenza.

Queremos imunizar o maior número possível de paranaenses para evitar que pessoas adoeçam por Influenza. E, principalmente, que não tenhamos óbitos no Estado por causa da gripe. A vacina contra a Influenza não previne contra o coronavírus, mas pode evitar internações decorrentes da síndrome provocada pelo H1N1.

SARAMPO

Por fim, a Secretaria de Estado da Saúde informa que a campanha de vacinação contra o sarampo foi prorrogada. Por isso, a imunização contra a doença seguirá para a faixa etária de 20 a 49.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MAIS CONFIRMAÇÕES

Saúde confirma seis novos casos de covid-19 em Guarapuava

VOLTA AO TRABALHO

Após reuniões sindicais, greve dos Correios acaba oficialmente

VAGAS ABERTAS

UniGuairacá disponibiliza procedimentos estéticos para a comunidade

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com