Governo vai aplicar R$ 2,6 bilhões em obras de infraestrutura

O montante será dividido em quatro grandes ações: infraestrutura rodoviária, Programa Litoral, segurança pública e agricultura

Desse modo, o montante será dividido em quatro grandes ações (Foto: Reprodução/AEN)

Nessa terça (23) o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, confirmou o investimento de R$ 2,6 bilhões em infraestrutura no Estado. Assim, cerca de R$ 600 milhões desse valor será aplicado na modernização da malha rodoviária paranaense. O intuito é ampliar a capacidade de transporte de cargas. Assim, alavancar a economia do Estado.

O anúncio foi feito em uma reunião por videoconferência com dirigentes do Sistema Ocepar. “O cronograma de investimento para transformar o Paraná na central logística do Brasil está mantido, apesar da pandemia de coronavírus e da queda na receita. As obras começam ainda neste ano”.

De acordo com o governador, os recursos virão da conclusão de dois empréstimos. Um deles, de R$ 1,6 bilhão e está em fase final de tramitação no Tesouro Nacional. A expectativa, ressaltou o governador, é que seja liberado até o fim de julho.

COMO VAI FUNCIONAR?

O dinheiro será dividido e destinado a quatro grandes ações, uma delas é a da infraestrutura rodoviária. Mas, o montante vai auxiliar o Programa Litoral com R$ 600 milhões, a segurança pública com R$ 300 milhões e a agricultura com R$ 100 milhões. Sendo assim, as obras integram o programa de projetos executivos lançados no ano passado pelo Governo.

O restante, cerca de R$ 1 bilhão, vai ser aplicado diretamente nos municípios. Aproximadamente R$ 400 milhões virão do próprio orçamento da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas. A outra parte, estimada em R$ 600 milhões, foi obtida por empréstimo junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

PR-280

Além disso, Ratinho destacou na reunião a ampliação da capacidade da PR-280. A rodovia, que é o principal corredor da Região Sudoeste, vai ser modernizada e ganhar terceiras faixas em 32 pontos ao longo de toda extensão.

O Governo do Estado também finalizou as tratativas com o Ministério da Infraestrutura para incluir a PR-280 dentro das novas concessões. A partir de novembro de 2021, com o fim dos contratos com as concessionárias em vigor atualmente, o Paraná passará de 2,5 mil quilômetros para 4,1 mil quilômetros de rodovias pedagiadas.

Outro trecho da PR-280, na Região de Palmas, vai contar com uma remodelação diferente dentro desse primeiro pacote de ações, antes da concessão. Devido ao desgaste do asfalto, vai ganhar uma pavimentação de concreto.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

PROTOCOLO DE SEGURANÇA

Confirmação de covid-19 em parte de equipe fecha Guaraprev

DESTAQUE

Adelmo Klosowski recebe título de "Prefeito Amigo da Criança"

MELHORIA

Prefeitura e Sanepar firmam convênio que beneficia 700 famílias

Comentários