Grupos empresariais repudiam “declarações infundadas”

Ataque envolve negociação feita entre a Família Debastiani e o Grupo Repinho trata de imóvel onde será construída avenida no Xarquinho

Grupos empresariais repudiam “declarações infundadas” envolvendo imóvel no Xarquinho (Foto: arquivo/RSN)

A politização de uma transação comercial privada para fins de utilidade pública pautou o repúdio de dois grupos empresariais em Guarapuava.

De acordo com duas notas de repúdio, citações indevidas envolveram a Repinho Reflorestadora Madeira e Compensado Ltda e a Família Debastiani. Conforme as notas, o pivô da declaração feita pelo candidato a prefeito de Guarapuava Vitor Hugo Burko (DEM), trata se uma área no bairro Xarquinho. O imóvel que pertencia à Família Debastiani foi comprada pelo Grupo Repinho. Porém, parte do imóvel destina-se à abertura da Avenida Beira Rio, uma obra que beneficiará o bairro como um todo.

Todavia, segundo o Grupo Repinho, durante ‘live’ nessa sexta (13), Burko o acusou de “ludibriar uma respeitada família de Guarapuava”, a fim de obter favorecimento econômico com o projeto da avenida.

Entretanto, a Família Debastiani nega as acusações de Burko.

Agora que tivemos nossa vida privada invadida, esclarecemos que a iniciativa da negociação junto ao Grupo Repinho foi nossa. E a fizemos de forma completamente clara, justa e irrepreensível sob quaisquer aspectos.

Assim, dirigindo-se à população de Guarapuava, e principalmente, aos moradores do Xarquinho, diretores e colaboradores da Repinho desabafam.

“Nos dirigimos nessa nota de repúdio a toda Guarapuava, mas especialmente aos moradores do bairro Xarquinho e perguntamos. É justa essa acusação contra a empresa Repinho?”, questiona.

Alegar que tentamos tirar proveito do nosso bairro é um insulto que não podemos tolerar. Temos uma história de mais de 30 anos e que não pode ser arranhada pelo capricho ou inconformismo de pessoas que sequer conhecem nossa realidade e nem os anseios da nossa comunidade.

E diz ainda que o grupo compõe-se de pessoas e para pessoas. “Nada e ninguém tem o direito de macular nossa conduta. Quem tem certeza do que alega, não acusa ou levanta suspeita, comprova e mostra”.

“NÃO SOMOS PESSOAS PÚBLICAS”

Também em nota de repúdio, a Família Debastiani afirma que, embora utilizando-se de um documento público, “Burko e seus aliados”, expuseram a negociação do imóvel”. Assim, o grupo empresarial disse que repudia as declarações proferidas em transmissão on-line na noite dessa sexta (13).

‘Entendemos que se o candidato realmente conhecesse a realidade do Xarquinho, saberia que a avenida a ser instalada provém de uma luta de muito anos. Da necessidade de um acesso digno para a grande quantidade de famílias que ali residem. Assim como para o comércio local’.

Assim, “salientamos que não somos pessoas públicas. Portanto, os atos que regem nossos bens somente dizem respeito a nosso foro íntimo, portanto, feitos dentro dos estritos ditames legais e da boa-fé.

E continua:

Não admitimos que nossa vida privada seja exposta ao público. Não é essa conduta que esperamos de um candidato que pleiteia administrar nossa cidade.

‘ALEGAÇÕES INFUNDADAS”

Entretanto, a Família diz temer que as “alegações infundadas possam atrair prejuízos para nossa vida privada e profissional, bem como para as muitas pessoas que dependem da nossa atividade. E é por isso que viemos a público manifestar nossa indignação.
Por fim, pedimos mais uma vez ao candidato que respeite o direito à livre negociação dos cidadãos de Guarapuava. Não não somos material de campanha ou ataque. Pedimos também que esse candidato não incite irregularidades sem provas para pessoas de bem. Que não sugestione a incapacidade de um trabalhador de fazer com seu patrimônio o que bem entende. Minha família merece respeito, o povo do Xarquinho também”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

 

Relacionadas

COVID

Mais uma vez Guarapuava ultrapassa 100 casos de covid-19 em um dia

SARAMPO NO PARANÁ

Sesa registra quase 2 mil casos de sarampo no Paraná

DESCONTOS IMPERDÍVEIS

Black Friday: Faculdade Guarapuava oferece descontos nas mensalidades

Comentários