Identificação biométrica será completamente implantada no Paraná até 2018

Da Redação, com assessoria TCE

Curitiba – As eleições de 2018 serão realizadas no Paraná integralmente com a utilização de identificação biométrica dos eleitores. A previsão foi feita nessa quinta feira (23), pelo desembargador Adalberto Jorge Xisto Pereira, presidente do Tribunal Regional Eleitoral, durante visita ao presidente do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), conselheiro Durval Amaral. O desembargador estava acompanhado do assessor de Comunicação Social do TRE-PR, Marden Machado.

Na oportunidade, ao lado do conselheiro Ivan Bonilha, Durval recebeu convite para a solenidade de inicio da nova etapa de recadastramento biométrico, que acontece no próximo dia 3 de abril, às 14h, no Fórum Eleitoral de Umuarama (Noroeste do Estado).

Segundo o presidente do TRE-PR, nesta etapa mais 160 municípios serão integrados ao processo de recadastramento biométrico. Eles se somarão aos 70 que já realizam eleições com essa tecnologia. Xisto Pereira assegurou que, até as eleições do ano que vem, todos os 399 municípios paranaenses contarão com esse recurso tecnológico, que amplia a segurança do voto na urna eletrônica.

A primeira fase do programa de recadastramento biométrico será realizada em 74 municípios, que somam 2.127.050 eleitores. Essa fase se estenderá até setembro. A segunda etapa compreenderá o período de outubro deste ano até março de 2018.

Na reunião, o conselheiro Durval destacou o desafio que o Tribunal Regional Eleitoral tem pela frente, pelo volume de eleitores a serem recadastrados. O presidente colocou o Tribunal de Contas à disposição para apoiar a Justiça Eleitoral neste trabalho.

Relacionadas

VACINA ANTECIPADA

Campanha de vacinação contra pólio e multivacinação é antecipada no PR

BALANÇO SEMESTRAL

Polícia Ambiental registra aumento de prisões e resgates de animais

FEMINICÍDIOS

Paraná tem aumento nos casos de assassinatos de mulheres

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com