Idosa de 71 anos é ameaçada de morte e fica por 2h em cárcere privado

A idosa só conseguiu sair porque um neto foi visitá-la. A Polícia Militar atendeu outras duas ocorrências de violência doméstica em Guarapuava

Idosa de 71 anos é ameaçada de morte e fica por 2h em cárcere privado (Foto: Reprodução/Pixabay)

A Polícia Militar atendeu três ocorrências de violência doméstica em Guarapuava nas últimas horas. Assim, a equipe policial recebeu chamado via Copom nesse domingo (26), informando que uma idosa de 71 anos, estava sendo ameaçada de morte pelo marido de 57 anos.

A violência doméstica ocorreu na rua João Paulo I, no bairro Morro Alto. No local o neto de 23 anos, relatou aos policiais que foi até a casa da avó e a encontrou trancada em casa. A vítima afirmou que sofre constantemente ameaça de morte por parte do marido.

Além disso, a idosa disse que ele [agressor] teria saído de casa por volta das 11h e a deixou trancada em casa, o que configura cárcere privado. A mulher disse que só conseguiu sair, porque o neto foi visitá-la, por volta das 13h. De acordo com a vítima, o marido já foi preso pela “Lei Maria da Penha”.

O homem foi preso e encaminhado para a 14ª SDP, para os procedimentos cabíveis.

SÃO CRISTÓVÃO

No fim da noite desse domingo, uma mulher relatou aos policiais que havia sido agredida pelo marido. Foi por volta das 23h20 na rua Fortaleza, no bairro São Cristóvão. Conforme relato policial, durante o deslocamento, a equipe foi informada via Copom que o agressor estaria perseguindo a vítima com uma faca e fazendo ameaças.

A mulher de 25 anos foi encontrada em via pública e apresentava lesões na testa e na mão direita. Ela afirmou que teve uma discussão com o marido e que por este motivo ele teria danificado a residência. Além disso, conforme a mulher, em determinado momento o marido passou agredi-la.

Na residência, o agressor de 39 anos foi abordado. O homem tinha um corte na mão esquerda, que conforme ele afirmou teria ocorrido durante a briga do casal. O agressor foi encaminhado para a 14ª SDP.

MORRO ALTO

E na madrugada desta segunda (27), uma mulher que não teve a idade informada disse que se desentendeu com o marido de 35 anos. Foi por volta das 2h31  na rua dos Veterinários, no Residencial 2000, bairro Morro Alto.

De acordo com a mulher, durante o desentendimento, o marido disse que iria matá-la. A PM acompanhou a vítima até a residência, para que a mesma retirasse pertences pessoais, bem como os três filhos do casal. A mulher não quis representar contra o marido.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

OPORTUNIDADE

Abertas as inscrições para bolsas de Inclusão Social na Unicentro

AMOR E ATITUDE

Quatro mil famílias de Guarapuava e Pinhão recebem alimentos do MST

CRIMINALIDADE

Região de Guarapuava tem aumento no número de homicídios

Comentários