Itaipulândia: um destino para ficar de bem com a natureza

Programe uma viagem para Itaipulândia depois que a quarentena acabar. A cidade é cheia de atrações em meio a natureza para aproveitar

Itaipulândia faz fronteira com o Paraguai (Foto: José Fernando Ogura/Acervo EPR)

O Portal RSN traz dicas para você programar a sua próxima viagem depois que a quarentena terminar. A dica especial deste sábado (26) é Itaipulândia. A jovem cidade fica distante 355 quilômetros de Guarapuava e faz fronteira com o Paraguai.

Jovem, responsável e promissora. Assim é Itaipulândia, cidade de menos de dez mil habitantes, que fica na Região Oeste do Paraná. A pequena cidade, fica próxima ao Lago de Itaipu e na fronteira com o Paraguai. Assim, com 27 anos de emancipação, o município se destaca pelos investimentos em educação, saneamento básico e meio ambiente.

Apesar da pouca idade, a história de Itaipulândia começou nos anos de 1960, quando chegaram à Região migrantes de origem europeia vindos do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Naquele tempo, a futura cidade se organizou em torno de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida trazida pelo fundador do povoado.

Por isso, o lugar foi batizado de Aparecidinha do Oeste. O nome oficial só começou a ser forjado na década seguinte, época em que a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu fez inundar metade das terras cultiváveis da localidade.

Hoje, o município arborizado e de ruas largas tem como marca a economia forte. Graças aos royalties recebidos como forma de compensar o impacto ambiental causado pelas atividades da Itaipu Binacional, Itaipulândia tem uma das maiores rendas per capita da Região.

Porém, o principal setor econômico ainda é a agricultura, principalmente pelo cultivo de soja, milho e fumo. Apesar disso, a indústria, comércio e serviços têm importante contribuição para o produto interno bruto local. A atividade turística em crescimento incluiu a cidade no roteiro dos destinos turísticos do Estado.

A imagem tem 26 metros de altura (Foto: Leonardo Frederico Sguarezi/Acervo EPR)

MONUMENTO

Localizado no ponto mais alto da cidade – a comunidade de Caramuru -, o monumento é o maior da América Latina, feito em concreto, em homenagem à Nossa Senhora Aparecida. Assim, com 26 metros de altura, a imagem tem apenas 12 metros a menos que a do Cristo do Corcovado, do Rio de Janeiro.

Imponente, a construção, considerada oficial pela Igreja Católica, exibe um manto de quase 100 metros quadrados cravejado de pastilhas. No interior, são 80 metros quadrados e acabamento em mármore. A porta de entrada tem a forma do mapa do Brasil.

O local é muito frequentado por fiéis para pagar promessas. No feriado de 12 de outubro, quando se homenageia a santa, o município recebe cerca de 7 mil visitantes.

Porta de entrada é o mapa do Brasil (Foto: José Fernando Ogura/Acervo EPR)

BALNEÁRIO DE  LINHA JACUTINGA

Localizada a menos de cinco quilômetros da sede do município, a praia artificial tem 700 metros de extensão e recebe milhares de visitantes todos os anos. Assim, 0 espaço para camping é amplo e bem estruturado: conta com quiosques, churrasqueiras, banheiros, vestiários, chalés, restaurantes e píer. Para quem vai de carro, tem estacionamento. Para quem prefere barco, atracadouro.

Além disso, os esportes também estão no “cardápio” do local. De acordo com o site Viaje Paraná, de dezembro a março, ocorre o ItaVerão, tradicional atividade esportiva que também oferece atrações culturais. Nos demais meses, é possível exercitar-se nos campos de futebol tradicional e suíço, na quadra de vôlei de areia e em uma academia ao ar livre. Para completar, um pavilhão de eventos recebe as festas da cidade.

Local conta com camping, chalés, churrasqueiras e estacionamento (Foto: Leonardo Frederico Sguarezi/Acervo EPR

FESTA INTERNACIONAL DO DOURADO NO CARROSSEL

Todo mês de novembro, no Balneário de Jacutinga, ocorre a Festa Internacional do Dourado no Carrossel, que comemora o aniversário de emancipação da cidade. O protagonista é o prato típico que dá nome à festividade. Mas as atrações não param por aí: além do tradicional almoço, tem shows musicais tarde adentro. Em 2020, a Festa chega à 20ª edição.

CASA DA MEMÓRIA

O passado de Itaipulândia e Região está registrado em fotografias, documentos e objetos expostos no arquivo histórico e cultural da cidade. Assim, as belezas naturais do lugar estão eternizadas no Acervo das Águas. Além disso, dois mosaicos de aerofotografias em preto e branco retratam o início do município: o primeiro, de 1970, mostra a mata dando lugar ao espaço urbano. O segundo, de 1980, já exibe a terra dividida em lotes.

Parque Aquático (Foto: José Fernando Ogura/Acervo EPR)

PARQUE AQUÁTICO

Por fim, o maior parque aquático termal da América Latina, fica próximo do Centro da cidade, na estrada que dá acesso ao Lago de Itaipu. São 260 metros quadrados de atrações, como piscina de ondas, montanha-russa aquática, castelinho das águas e rios lento e selvagem. Só de tobogã são três opções: quatro pistas, queda livre e caracol.

Fora da água, dá para gastar energia na quadra poliesportiva e também na academia que ficam no local. Para recarregar as baterias, tem restaurante, lanchonetes e bares molhados. Um hotel próprio, posto médico e equipe de salva-vidas tornam a infraestrutura ainda melhor.

A água termal a 42 graus é um atrativo a mais. Ela tem propriedades terapêuticas e é rica em sais minerais benéficos à saúde. Quer mais? O parque ainda é palco de shows.

(Foto: José Fernando Ogura/Acervo EPR)

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

VACINA É IMPORTANTE

Saúde estima que 10.307 crianças devem ser vacinadas em Guarapuava

NOVOS CASOS

Guarapuava tem 10 novos casos confirmados de covid-19 em 24h

CELEBRAÇÃO RELIGIOSA

Tradicional celebração católica 'Tríduo dos Anjos' ocorre em Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com