Mais um caso aumenta o índice de violência doméstica em Guarapuava

Mulher teve casa apedrejada, além de receber ameaças de morte, porque se negou a retomar relacionamento com o ex-marido

Mais um caso aumenta o índice de violência doméstica em Guarapuava (Foto: arquivo/RSN)

Mais um caso de violência doméstica aumenta os índices nesse setor em Guarapuava. Conforme a Polícia Militar, na noite desse domingo (6), por volta das 21h38, no bairro Alto Cascavel, houve a prisão de um homem. De acordo com a PM, ele ameaçou a ex-mulher porque ela não quis retomar o relacionamento. Assim sendo, embriagado, o agressor foi até a casa da mulher, atirou pedras na vidraça. Depois disso, ameaçou matar não apenas ela, mas todos os familiares.

Entretanto, quando o homem saiu dizendo que buscaria uma arma, a vítima correu até a casa de um irmão para pedir ajuda. Porém, o agressor a seguiu e continuou atirando pedras agora na residência do ex-cunhado. Em seguida, ele fugiu.

A mulher solicitou o apoio da PM para buscar o filho que encontrava-se na casa do ex-marido. No local, os policiais encontram o homem e o levaram à prisão. Assim, momentos depois o filho foi entregue à mãe.

DADOS

Em Guarapuava, nos primeiros quatro meses de 2020 a Polícia Militar somou 250 ocorrências de violência doméstica. Assim, apontando um aumento de 13% em relação ao ano passado, quando foram atendidas 218 vítimas no mesmo período.
No período de isolamento social, comparado com o mesmo do ano passado, de 18 de março a 18 de maio, o aumento do registro de ocorrências cresceu 25%. É importante ressaltar que comparando com os 60 dias que antecederam o isolamento social, o aumento foi de 20,4%.
Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

INÍCIO DE MANDADO

Primeira sessão ordinária da Câmara ainda não tem dia definido

MAIS UMA MORTE

Guarapuava já soma 70 mortes em decorrência da covid-19

NOVIDADE

Grupo AD e Shopping Cidade dos Lagos lançam a plataforma 'AlugueOn'

Comentários