Manvailer pode não prestar depoimento nesta quinta (13), em Guarapuava

Decisão caberá a defesa do réu. Se falar, Luís Felipe vai encerrar os depoimentos de hoje

(Foto: Reprodução/Facebook)

O depoimento de Luís Felipe Manvailer, réu no caso que investiga a morte da advogada Tatiane Spitzner, ocorrida em 22 de julho, poderá não ocorrer nesta quinta feira (13). Na lista dos depoentes do segundo dia de audiência de instrução do processo, Manvailer seria o último a se manifestar à juíza Paola Mancini.

Segundo informações da defesa do réu, a decisão sobre Manvailer depor ou não caberá aos advogados e deve ser manifestada no momento em que o acusado for chamado a sala de audiência para falar.

Ainda de acordo com a defesa, “com as audiências, surgem novas informações, novos fatos, que precisam ser avaliados. Precisa-se de prova. Então, a defesa pode pedir provas, novos exames. Para o Luís se pronunciar e se defender, ele precisa saber da acusação  inteira. Por isso, os advogados podem pedir para que ele não fale neste momento”.

A defesa continua: “de certa forma, dependendo de como serão os depoimentos, a defesa pode entender que ele pode falar e ele fale. Se falar, ele será o último dia”, disse.

TESTEMUNHAS

Até o momento, sete testemunhas foram ouvidas. Manvailer acompanhou apenas dois destes depoimentos: o do policial militar Newton Albach e do médico Rodrigo Sereno Crema. Das 16 pessoas que falariam nesta quinta (13), três testemunhas da acusação foram dispensadas no final da manhã. Já dos convocados pela defesa, outros dois foram liberados nesta tarde.

Todos as testemunhas convocadas pela acusação já foram ouvidas, dentre elas o pai e a irmã de Tatiane, Jorge e Luana Spitzner.

Frente a redução do rol de depoentes restam, ainda, três outras testemunhas para se apresentarem e darem seus pronunciamentos à Justiça, antes do depoimento ou não, do réu Luís Felipe Manvailer.

Relacionadas

ALTA PROCURA

Faculdade Guarapuava formou 200 profissionais de contabilidade

NÃO ACABOU

5ª Regional perde posto de menor índice de contaminação do PR

FAZER O BEM

Energisa e Unesco entregam cestas básicas à famílias em Guarapuava

Comentários