Marido confessa que matou esposa a martelada em Irati

Homem de 52 anos foi preso na casa do irmão em Ponta Grossa

(Foto: Reprodução/RPCTV)

A mulher encontrada morta dentro de uma casa incendiada na madrugada de sexta (14) em Irati, foi assassinada com golpes de martelo pelo próprio marido. O corpo carbonizado foi encontrado pelos bombeiros em um incêndio na rua Mato Grosso em Irati.

Mas a denúncia da cunhada à Polícia Militar afirmando que José Valdecir Moreira de 52 anos tinha matado a esposa e estava escondido na casa do irmão em Ponta Grossa, revelou o feminicídio. O homem foi preso em flagrante na manhã desse sábado (15) e confessou que matou a esposa com golpes de martelo.

(Foto: Reprodução/RPCTV)

José Valdecir Moreira disse que estava bêbado quando brigou e agrediu a esposa. Ele disse que levou o corpo até o quarto da casa onde moravam, ateou fogo em um colchão e fugiu. Ele já foi ouvido pela polícia e está a disposição da justiça na 13ª SDP de Ponta Grossa.

A mulher ainda não teve o nome divulgado pelo Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa. O casal tinha um filho de quatro anos, que já havia sido retirado de casa devido os desentendimentos familiares.

Relacionadas

PANDEMIA

Pinhão registra duas mortes por covid-19 em menos de 24 horas

ROUBO

Ladrões rendem comerciante e fazem ameaça de morte em Santa Maria

REINCIDENTE

Adolescente de 15 anos foge da casa de acolhimento em Pitanga

Comentários