22/08/2023
Em Alta Região Segurança

Marido faz esposa grávida e filho reféns, e acaba morto pela PM

O caso ocorreu em Laranjal. O marido estava ameaçando as vítimas com uma faca, quando a polícia deu quatro tiros no homem

Último condenado no ataque a Guarapuava morre em confronto (Foto: Reprodução/Pixabay)

Um marido de 28 anos fez a esposa grávida, de 19 anos, e o filho de apenas dois anos reféns, e acabou morto pela Polícia Militar (PM), em Laranjal, na noite dessa quinta (13). O homem estava ameaçando as vítimas com uma faca, quando a polícia deu quatro tiros no agressor.

De acordo com a ocorrência da PM, a equipe foi atender uma situação de violência doméstica, onde o autor agrediu a esposa e danificou a porta da casa. Além disso, ele estava em via pública ameaçando a família com uma faca. Quando a polícia chegou, o homem se trancou dentro da residência e manteve a esposa e o filho reféns.

Os policiais acionaram outras equipes da PMPR para ajudar no atendimento da ocorrência, e durante a primeira intervenção o homem liberou a criança. Entretanto, o marido fez um movimento brusco com a faca em direção ao pescoço da esposa.

Neste momento, os policiais atiraram contra o agressor para impedir a agressão. A PM socorreu a vítima para a Unidade Básica de Saúde (UBS), mas ela não tinha ferimentos. O marido também recebeu os primeiros socorros, mas acabou morrendo ainda no local.

Conforme as informações, a equipe acionou as Polícias Civil e Científica, e a Polícia Militar do Paraná determinou a instauração de Inquérito Policial Militar (IPM). O objetivo é apurar todas as circunstâncias que envolvem a ocorrência. Por fim, o IPM vai para o Ministério Público, a quem cabe o processo junto à justiça.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Anelize Marques

Jornalista

Jornalista formada Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) desde junho de 2023. Com 22 anos, tem experiência em Assessoria de Comunicação, Webjornalismo e conteúdos digitais, e Revista. Escreve sobre temas diversos e atua como repórter no Portal RSN desde maio de 2023.

Relacionadas

A missão da RSN é produzir informações e análises jornalísticas com credibilidade, transparência, qualidade e rapidez, seguindo princípios editoriais de independência, senso crítico, pluralismo e apartidarismo. Além disso, busca contribuir para fortalecer a democracia e conscientizar a cidadania.