Medida Cautelar suspende nomeações de novos servidores em Pitanga

Município extrapolou LRF. Só poderão ser empossados servidores da educação, saúde e segurança para substituir funcionários falecidos ou aposentados

Medida Cautelar suspende nomeações de novos servidores em Pitanga (Foto: Arquivo/RSN)

A prefeitura de Pitanga deve suspender imediatamente as nomeações de novos servidores públicos, com exceção daquelas voltadas à reposição de funcionários falecidos ou aposentados das áreas da educação, saúde e segurança. A determinação foi feita por meio de medida cautelar expedida pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

A decisão atendeu a pedido da Coordenadoria de Acompanhamento de Atos de Gestão (CAGE) do TCE/PR, feito na instrução de processo de Admissão de Pessoal relativo a concurso público promovido em 2019, destinado ao provimento de diversos cargos do município.

Conforme observado pela unidade técnica, a prefeitura encontra-se em situação de extrapolação do limite prudencial para gastos com pessoal fixado na Lei Complementar nº 101/2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal – LRF), que é de 51,3% da receita corrente líquida (RCL). Entretanto, o município de Pitanga atingiu o índice de 53,25% no quesito.

No despacho, o relator do processo conselheiro Ivens Linhares, determinou que frente à situação apresentada pela CAGE, o município se abstenha de nomear novos servidores. A determinação vale até que as despesas com pessoal fiquem abaixo do limite prudencial da LRF. À exceção dos provimentos permitidos pelo artigo 22, parágrafo único, inciso IV, da referida norma.

Assim, a decisão monocrática de 5 de fevereiro, foi homologada na sessão da Segunda Câmara do TCE-PR nessa terça (11). Com a determinação, foi aberto prazo de 15 dias para apresentação de defesa por parte do município de Pitanga. Por fim, os efeitos da medida perduram até que o Tribunal decida sobre o mérito do processo.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CIRANDA

Eduardo Christ assume presidência do PSC em Guarapuava

PERFIL

Aristeu Rattes Filho lança pré-candidatura a vereador de Guarapuava

REPAGINADO

É preciso agregar a classe média para debater Guarapuava, diz Antenor

Comentários