Morre Gilson de Oliveira, guarapuavano que lutava contra um câncer na boca

História de Gilson mobilizava a comunidade desde 2016, quando o caminhoneiro foi diagnosticado com a doença

(Foto/Reprodução: Facebook)

Faleceu na madrugada terça feira (27), no Hospital São Vicente de Paulo, o guarapuavano Gilson Carlos de Oliveira, de 33 anos, que lutava contra um câncer na boca em estado avançado. A história de Gilson mobilizava a comunidade desde 2016, quando ele recebeu o diagnóstico da doença.

Ao longo destes dois anos, Gilson precisou abandonar o trabalho de caminhoneiro. Diversas rifas, chás beneficentes e outras ações passaram a auxiliar a família neste período.

Em um dos sorteios, vencedora não aceitou o prêmio para que a família pudesse fazer uma nova rifa e arrecadar mais dinheiro para o tratamento de Gilson (Foto/Reprodução: Facebook)

Nas redes sociais, o clima é de comoção pelo falecimento do guarapuavano.

“Ele perdeu a batalha, mas sempre será nosso herói. Agora não há mais tubos, nem dor, nem medo, nem hospitais, máquinas e nada do que o fez ficar tão mal grande parte da sua vida”, publicou a irmã de Gilson.

O corpo de Gilson está sendo velado no bairro Morro Alto e seu sepultamento será nesta quarta feira (28), às 10h, em cemitério ainda não definido.

Relacionadas

PANDEMIA DA COVID-19

Guarapuava registra 92 novos casos de covid-19 e governador faz apelo

ADOTE E FAÇA O BEM

Crianças enviam cartinhas emocionantes para Papai Noel dos Correios

CUIDADO COM O TROTE

Pinhão alerta sobre trotes utilizando o nome da Unidade Sentinela

Comentários