Motoristas do Uber e 99 param nesta quarta (8) em Guarapuava

O município possui cerca de 500 motoristas cadastrados, com cerca de 5 mil corridas por dia

(Foto: RSN)

Motorista dos aplicativos UBER e 99 que trabalham em Guarapuava aderiram à paralisação mundial, nesta quarta (8) por melhores condições de trabalho.

De acordo com Jeferson de França, que trabalha com o aplicativo em Guarapuava, a categoria alega que os repasses da empresa são insuficientes para cobrir gastos com combustível e manutenção de veículos, levando em consideração os frequentes aumentos dos combustíveis e demais peças de reposição de veículos.

“Com isso os lucros estão cada vez mais baixos”, disse o motorista ao Portal RSN.

O movimento ocorre dias antes de as ações do aplicativo de transporte começarem a ser negociadas na Bolsa de Nova York. Os motoristas pedem mais segurança; melhores salários, com o fim do cálculo antecipado do preço das viagens; e uma regulação da tarifa, com pelo menos 80% do valor da corrida garantido aos motoristas.

(Foto: Divulgação)

Segundo informações que circulam em grupos de WhatsApp, os profissionais pretendem fazer várias ações durante o dia de hoje (8) para chamar a atenção dos responsáveis dos aplicativos.

Com cerca de 500 motoristas cadastrados em Guarapuava e responsáveis por cerca de cinco mil corridas por dia, calcula-se que com a paralisação centenas de usuários ficarão sem essa prestação de serviço durante todo o dia. Segundo motoristas, a comunicação e mobilização para a greve está sendo feita por meios de grupos de WhatsApp e Telegram, além de páginas do Facebook.

Relacionadas

QUALIDADE DE VIDA

Cohapar vistoria 154 casas para famílias vulneráveis e de idosos em Prudentópolis

ÚLTIMO DIA

Pedidos de obras em túmulos podem ser feitos até hoje em Guarapuava

MODELO

Cesar Filho fala sobre medidas contra a covid-19 a prefeitos do Japão

Comentários