MP quer que Câmara exonere comissionados

Pinhão – A Promotora de Justiça Juliana Vanessa Stofela da Costa enviou oficio ao presidente da Câmara, vereador Denilson José de Oliveira (PT-foto) fazendo uma recomendação administrativa para que o presidente exonere os servidores comissionados dentro de 45 dias.
A Câmara de Pinhão possui hoje 15 cargos em comissão sendo: 4 chefes de sessão com salário de R$ 1.496,03, 1 assessor administrativo, 1 assessor de comunicação e 9 assessores parlamentares com salários de R$ 1.068,58. A Câmara possui mais 11 cargos efetivos.
Denilson de Oliveira disse à Rede Sul de Notícias que está examinando a recomendação judicial com o assessor juridico e demais vereadores para ver qual será a decisão que será tomada.

Relacionadas

INÍCIO DE MANDADO

Primeira sessão ordinária da Câmara ainda não tem dia definido

MILITARIZAÇÃO

Deputados aprovam alterações no programa Colégios Cívico-Militares

LUTO

Morre o ex-deputado Algaci Tulio, mais uma vítima da covid-19

Comentários