Mulher desiste de representar contra marido agressor na delegacia

A mulher inicialmente quis representar contra o marido que é advogado. Mas ao chegar na delegacia, ela desistiu da representação

Mulher desiste de representar contra marido agressor na delegacia (Foto: Reprodução/Pixabay)

Uma mulher de 26 anos foi agredida na noite dessa quarta (12) pelo marido de 45 anos no Centro de Guarapuava. Inicialmente ela apresentou interesse em representar contra o agressor. Entretanto na delegacia, a mulher desistiu da representação criminal.

Conforme a PM, a ocorrência aconteceu às 20h20. Durante patrulhamento na rua Quinze de Novembro, os policiais foram informados por populares que um homem de camisa preta estaria agredindo um mulher de calça jeans e blusa preta.

Os policiais localizaram os envolvidos. Abordado, o denunciado identificou-se como advogado e apresentou a carteirinha da OAB. O homem relatou que teve um desentendimento com a esposa de 26 anos. A mulher confirmou a discussão, e disse ainda que já foi agredida fisicamente em datas anteriores pelo esposo.

A vítima também afirmou que naquele momento foi agredida verbalmente com palavrões em via pública, e que estava constrangida. Diante dos fatos e do interesse na representação da vítima, o casal foi encaminhado para a 14ª SDP.

Entretanto, conforme a PM, após a chegada na delegacia, a vítima relatou que não sofreu agressão física ou ameaça. Que foi apenas injuriada pelo marido. E que por isso, no momento não deseja representar criminalmente contra ele.

Por fim, a vítima foi informada que pode fazer a representação no prazo de seis meses.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

POTENCIAL TURÍSTICO

Prudentópolis pode ter o primeiro geoparque do Paraná

CONSEQUÊNCIA DA PANDEMIA

Prudentópolis Futsal desiste de disputar a Série Prata do Paranaense

AFETANDO A UNIVERSIDADE

Unicentro tem 35% do orçamento de custeio contingenciado

Comentários