Mulher é mantida refém a noite inteira em Guarapuava

Vítima de roubo, sequestro e assédio ficou nove horas em poder de quatro marginais

Uma mulher de 26 anos foi surpreendida dentro de casa por dois homens que conseguiram entrar na residência pela janela do banheiro. Segundo a vítima, um deles dizia estar com arma de fogo e o outro estava com uma faca. Mediante a ameaça a mulher ficou em poder dos marginais durante a noite de quarta feira (27), sendo libertada apenas na manhã de quinta (28), quando foi largada na Estrada do Rocio. A mulher, que mora no Bairro Bonsucesso em Guarapuava, foi roubada, assediada e vítima de sequestro.

De acordo com a Polícia Militar, a violência começou às 22h da quarta. A mulher gritou por socorro e ao ouvir, uma vizinha ligou para ela para saber se estava tudo bem. Sob a ameaça dos bandidos e para não despertar a suspeita do roubo, a mulher disse à vizinha que tinha se assustado com um rato.

(Foto: Ascom/Polícia Militar)

Os ladrões ficaram cerca de uma hora dentro da casa, exigiram dinheiro e pertences, e afirmaram que se a vítima gritasse ou pedisse socorro, iria morrer. Após colocar objetos e pertences da mulher em uma mala, os bandidos carregaram o GM Celta de propriedade da vítima.

De acordo com o relato da mulher, neste momento surgiu um terceiro homem que estava do lado de fora da casa e mediante novas ameaças, foi forçada a entrar com a cabeça abaixada no banco traseiro do carro. A vítima informou que os ladrões percorreram diversos locais na cidade. Primeiro foram até a distribuidora de bebidas Cinco Irmãos, onde compraram diversas bebidas e pagaram com o cartão de débito da mulher, que foi obrigada a fornecer a senha.

Na sequência os marginais se deslocaram até o Restaurante Três Pinheiros, e diziam que procuravam um caixa eletrônico para fazer saques com os cartões da vítima. Segundo o relato feito à PM, os ladrões fizeram dois abastecimentos de combustível, mas a mulher não soube informar o local.

Durante os deslocamentos, a vítima informou que os três bandidos faziam uso de drogas e álcool constantemente e que foi levada até um ponto de venda de drogas, onde os homens trocaram o aparelho de TV roubado da casa dela por drogas.

(Foto: Ascom/Polícia Militar)

Desse ponto de venda de drogas, e a procura de caixas eletrônicos, os ladrões foram até a Colônia Vitória no Distrito de Entre Rios, mas não encontraram equipamento para sacar dinheiro.

Por volta das 7h da manhã dessa quinta (28), os três ladrões voltaram para Guarapuava, e levaram vítima até a agência da Caixa na rua Marechal Floriano Peixoto, no Centro da cidade, onde foi feito saque de R$ 1 mil. Em seguida, os bandidos se deslocaram até a Estrada do Rocio onde soltaram a mulher, e fugiram com o carro.

Ao tomar conhecimento dos fatos, a PM deu início às buscas dos marginais e por imagens dos locais onde os indivíduos estiveram com a vítima, encontraram o carro estacionado perto da Rodoviária Municipal. Ao perceber a aproximação dos policiais, um dos ladrões fugiu e se escondeu em uma casa na rua Capitão Rocha.

Durante a abordagem na residência, feita com apoio de outras equipes policiais, um grupo de pessoas que se encontrava no local fugiu para os fundos da casa, mas todos foram encontrados. Foram identificados quatro homens:  José Rodrigo dos Santos (33) Lima, Wladimir José Eidam Filho (26), João Alexandre Camilo (25) e José Francisco Santos de Lima (26). No local, a polícia encontrou os objetos da residência roubada e produtos que foram comprados com o cartão da vítima.

A PM constatou que havia um mandado de prisão contra João Alexandre Camilo pelo crime de roubo agravado. Os quatro foram presos e encaminhados para a 14ª SDP, juntamente com os produtos roubados e comprados. Eles foram reconhecidos pela vítima, que por fim relatou que José Rodrigo dos Santos Lima, ficou passando a mão em sua perna durante todo o tempo em que ela foi feita refém.

*Matéria atualizada às 2h34 para revisão de informações no dia 29/03

Relacionadas

AUMENTOU

Guarapuava atinge marca de 1.030 casos confirmados de covid-19

INTERAÇÃO

Campo Real oferece atendimento nutricional gratuito à população

MIRA CERTA

Adolescentes entram para a história do Tiro Olímpico em Guarapuava

Comentários