“O candidato será aquele que dê tranquilidade que Guarapuava seguirá no rumo certo”

Conforme o prefeito, o que ele não gostaria de ver após dois mandatos consecutivos, é ver Guarapuava "errar o rumo e voltar pra atrás"

Cesar Filho: “Quero terminar o mandato em alta” (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

O ano de 2020 será marcado pelas eleições municipais em todo o Brasil. Se em algumas cidades da Região, como Pinhão e Turvo, por exemplo, os atuais prefeitos são candidatos à reeleição, em Guarapuava, o espaço está aberto.

Assim, entre os partidos que ensaiam candidaturas próprias, como é o caso do MDB, PT e outros de menor envergadura política, a grande incógnita fica por conta de quem terá o apoio do prefeito Cesar Silvestri Filho.

Considerado o ‘maior cabo eleitoral’ destas eleições, com 75% de aprovação, Cesar Filho, porém, não fala em nomes. Entretanto, diz que o escolhido será aquele que tiver uma plataforma e um perfil que dê continuidade ao atual formato de administração pública.

Hoje não estou preocupado com nomes, mas em encontrar um perfil que dê tranquilidade a Guarapuava e a mim de que teremos alguém com capacidade de manter o município no rumo de desenvolvimento.

Conforme o prefeito, o que ele não gostaria de ver após dois mandatos consecutivos, é ver Guarapuava “errar o rumo e voltar pra atrás

MUITAS OPÇÕES

De acordo com Cesar Filho (Podemos), hoje o seu grupo político possui muitas opções nomes. Dois deles que se destacam são os secretários Itacir Vezzaro (Obras) e Celso Góes (Saúde). Correm por fora, os também secretários Flavio Alexandre (Habitação) e Sandro Abdanur (Desenvolvimento Econômico).  Entretanto, ele acredita que o nome que for viabilizado terá um “bom projeto” para Guarapuava.

Muito próximo ao ex-prefeito Fernando Ribas Carli (PP), Cesar Filho não descarta a possibilidade de uma aliança com o grupo “carlista”. Segundo ele, essa união já existia com o ex-deputado Bernardo Ribas Carli e continuou após a sua morte.

Porém, enquanto ainda não há definições, a maior preocupação, segundo o prefeito, é terminar o seu mandato com alto índice de aprovação. “O meu futuro político passa por isso. Ter acabado bem até aqui não é o suficiente. Preciso neste último ano terminar muito bem”.

Para isso, Cesar Filho disse que não vai “inventar a roda”. Porém, irá se ater a projeto de urbanização da cidade e à conclusão daqueles já em execução.

Presidente do Podemos no Paraná, a missão de Cesar Filho, ainda neste ano é, paralelamente, à administração municipal, fortalecer a sigla, atraindo novas lideranças. Esse fortalecimento tem como alvo eleger o maior número de prefeitos e de vereadores pelo Paraná afora. Assim, a próxima meta será ter um protagonismo de influência na reeleição do governador Carlos Massa Ratinho Júnior (PSD).

*Confira a entrevista em vídeo.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

CONQUISTA

Vila Jordão terá campo com grama sintética em Guarapuava

TRAGÉDIA NA BR-277

Vídeo feito por motoristas mostra momento após acidente em Guarapuava

Comentários