O protesto solitário

O ato de uma mulher na Venezuela chamou a atenção do mundo todo nesta quarta (19). A ‘mãe de todas as marchas’, manifestação convocada pelos opositores ao governo de Nicolás Maduro, foi marcada por grande repressão. No meio de muitas bombas de gás e tiros, um vídeo registrou o momento em que uma mulher enfrentou um veículo blindado do governo de Maduro que avançava contra a multidão.

 

A mulher vestida de branco e enrolada em uma bandeira da Venezuela se coloca na frente do blindado, que para e chega a dar marcha ré. É possível ver o momento em que uma bomba de gás é atirada de dentro do veículo. A imagem do protesto solitário e pacífico rodou a internet e comoveu as redes sociais. A realidade mostrada no vídeo contrasta com a violência devastadora registrada na repressão à ‘mãe de todas as marchas’, que deixou dois mortos e mais de cem detidos.

Segundo relatos, durante o ato contra o governo de Maduro, civis encapuzados conhecidos como 'colectivos' – milicianos armados pelo governo – dispararam contra os manifestantes na praça. Os dois mortos durante os protestos eram Carlos José Moreno Baron, um adolescente de 17 anos, e Paola Ramírez Goméz, de 23 anos. Ambos foram assassinados com tiros na cabeça.

Relacionadas

19 ANOS DEPOIS

Ataque ao World Trade Center completa 19 anos nesta sexta (11)

SÓ EM 2021

OMS não espera vacinação ampla contra covid-19 antes de meados de 2021

BOA NOTÍCIA

Testes preliminares indicam que vacina russa é eficaz

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com