Paraná decreta Estado de Emergência e o fechamento do comércio

De acordo com decreto 4.301/20, a partir desta sexta (20), shoppings, galerias e academias devem ser fechados em todo o Paraná

Paraná decreta estado de emergência e o fechamento do comércio (Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN)

O governador do Estado, Carlos Massa Ratinho Junior, decretou nesta quinta (19), Estado de Emergência no Paraná. De acordo com o governador, o decreto 4.301/20,  vai facilitar a obtenção de recursos para o enfrentamento ao novo coronavírus no Paraná.

Assim, a medida permite ao Estado dar uma resposta mais rápida para a mobilização dos órgãos estaduais nas ações de combate à doença. Entretanto, agora o Governo do Estado poderá tomar medidas que não sejam cobradas futuramente pela a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Em declaração feita à imprensa nesta quinta (19), o governador afirmou “que esta medida dará mais agilidade e, principalmente mais facilidade na capitação de recursos para investimento na saúde e em outras áreas que carecem atenção”.

Na quarta (18), Ratinho Junior assinou quatro decretos para o enfrentamento da pandemia. Umas deles, é a instituição de um Comitê de Gestão de Crise para a Covid-19, que vai definir um plano de ação, prevenção e contingência em resposta à proliferação da doença no estado.

COMÉRCIO

O decreto desta quinta (19) suspende parte das atividades comerciais no Estado. Assim, shoppings centers, galerias e academias deverão ser fechadas. De acordo com o Governo do Estado, uma lista completa dos comércios que devem ser fechados será divulgada em breve. Porém, o documento orienta que o fechamento das lojas deve ser gradativo.

Por fim, como medida de emergência também foi anunciado o reforço de 360 profissionais da saúde, chamados do concurso de 2016 — médicos, enfermeiros e auxiliares de enfermagem.

PARANÁ

A Secretaria da Saúde do Paraná confirmou em boletim emitido nesta quinta (19), mais nove casos de novo coronavírus, todos em Curitiba. São cinco mulheres e quatro homens com idades entre 22 e 81 anos, que estiveram em São Paulo, Itália e Espanha. Agora, são 23 casos confirmados no Paraná.

Além disso, a Secretaria da Saúde tem atualmente 146 casos em investigação e 122 descartados no Estado, totalizando 291 notificações. Entre as confirmações, 17 são de Curitiba, dois de Cianorte e um de Campo Largo, Foz do Iguaçu, Maringá e Londrina. No informe desta quinta (19), os municípios de Guaratuba, Paranaguá, Renascença, Arapongas, Faxinal e Toledo, aparecem na lista dos locais com casos suspeitos da doença.

Outros quatro casos possíveis poderão ser confirmados em Curitiba. Os pacientes fizeram os testes em laboratórios privados ainda não habilitados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen/PR).

(*Com informações do Portal Bem Paraná e Agência Estadual de Notícias)

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

TURISMO DO PARANÁ

Maior feira virtual de turismo da AL começa neste domingo (27)

SAÚDE ANIMAL

Atendimento à fauna vítima de tráfico e maus-tratos será ampliado no PR

PRAZO ESTENDIDO

Sesa estende prazo para vacinação contra o sarampo

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com