Parque do Monge deve ser revitalizado e ofertar mais atrações

Localizado na Lapa, o parque abriga a Gruta do Monge – local de peregrinação religiosa – na qual teria vivido o Monge João Maria D’ Agostinis

Também estão previstos investimentos na infraestrutura do local (Foto: AENPr)

O Instituto Água e Terra abrirá dois editais de chamamento público para o Parque Estadual do Monge, localizado no município da Lapa. Os Editais de Permissão de Uso têm como objetivo permitir a exploração comercial dentro do parque, melhorando a recepção de visitantes e expandindo as atrações turísticas. A previsão é que os editais sejam lançados em abril.

“O Estado deu um grande passo para resgatar este espaço, um dos mais belos parques do Paraná. Essa é uma oportunidade para a exploração dos serviços como turismo de aventura e a venda de alimentos e bebidas na estrutura já existente”, explica o diretor de Gestão do Patrimônio Natural do instituto, Rafael Andreguetto.

EDITAIS

Assim, um dos editais será referente ao espaço do café, permitindo à iniciativa privada oferecer alimentos pré-prontos e bebidas aos visitantes. Outro será aberto para a exploração do turismo de aventura, como a locação de bikes e equipamentos de paragliders.

Para melhorar a receptividade dos turistas será firmado um Termo de Cooperação com a Prefeitura da Lapa para ceder o espaço Centro de Visitantes ao município para exploração de atividades atrativas e informativas, como a venda de artesanatos.

(Foto: ANPr)

INFRAESTRUTURA

O Governo também vai investir em projetos de infraestrutura e logística do parque. Além disso, entre as melhorias estão a reforma da guarita, instalação de sanitários, sinalização turística, reforma do escritório administrativo e revitalização do oratório, que ganhará um espaço para apresentações culturais, além da revitalização das trilhas de caminhada que dão acesso aos atrativos.

O PARQUE

Localizado na Região Metropolitana de Curitiba, o parque abriga a Gruta do Monge – local de peregrinação religiosa – na qual teria vivido o Monge João Maria D’ Agostinis, um dos personagens central da Guerra do Contestado que se dedicava ao estudo das plantas da região, medicava enfermos, fazia profecias e orações.

Para chegar à gruta o visitante passa por uma longa escada em pedra, próximo ao um mirante, que desce a uma fonte de água. Uma das trilhas leva à Pedra Partida, grande salão feito de pedra com uma fenda formada pelo desgaste ao longo de milhares de anos. Quase na entrada do parque, ao lado direito, está o Mirante do Cristo.

(Foto: AENPr)

Serviço
Parque Estadual do Monge

Atendimento: todos os dias, das 7h às 18h
Local: Av. Getúlio Vargas, s/n – zona rural da Lapa
Contato: (41) 3622-0967

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

EM TEMPO DE FÉRIAS

'Tour' de trenzinho começa neste sábado na Cidade dos Lagos

UTILIDADE PÚBLICA

Energisa divulga desligamento programado para Guarapuava

MAIS UMA MORTE

Guarapuava já soma 70 mortes em decorrência da covid-19

Comentários