Pesca nos rios Ivaí e Piquiri está liberada a partir dessa sexta

A restrição continua nas bacias dos rios Cinzas, Tibagi, Pirapó, Laranjinha, São Francisco Falso e Verdadeiro, Jordão e todos seus afluentes diretos

Pesca nos rios Ivaí e Piquiri está liberada a partir dessa sexta (Foto: pesca e Cia)

A partir desta sexta (26) está liberada a pesca nos rios Ivaí e Piquiri. A permissão se dá em razão das últimas chuvas que tornaram os dois rios navegáveis, possibilitando a dispersão dos cardumes. Os demais rios devem seguir restrição da Portaria nº 157/2020, publicada em maio.

De acordo com a portaria, a restrição continua nas bacias dos rios Cinzas, Tibagi, Pirapó, Laranjinha, São Francisco Falso e Verdadeiro, Jordão e todos seus afluentes diretos, afetados pela crise hídrica.

Conforme o Instituto Água e Terra, a proibição tem como objetivo proteger as espécies de peixes. A baixa vazão dos rios facilita a pesca furtiva, a predação e a extração de peixes jovens e adultos reprodutores.

LAGOS E REPRESAS

De acordo com a Portaria IAT nº 177/2020, publicada no último dia 10, também está permitida a pesca nos lagos e represas do Estado.

Esse novo dispositivo alterou apenas o inciso 3° do artigo 1° da Portaria IAT nº 157/2020, publicada em maio, que proíbe a pesca em diferentes modalidades nas águas sob competência do Paraná. A liberação nos demais rios serão estabelecidas de acordo com a situação da cota hídrica que permita a dispersão de cardumes e navegabilidade.

PENALIDADES

Os infratores que desrespeitarem as normativas estão sujeitos às penalidades previstas na Lei federal nº 9.605/98 e demais dispositivos que regulam a atividade pesqueira. A multa varia de R$ 700 por pescador e mais R$ 20 por quilo ou unidade de peixe pescado, além da perda dos petrechos.

FISCALIZAÇÃO

Fiscais do Instituto Água e Terra, da Polícia Ambiental, Civil e Militar irão reforçar a fiscalização para garantir que não ocorra descumprimento da Portaria.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

SAÚDE

Municípios da 5ª Regional ainda tem casos de sarampo em investigação

IRREGULARIDADES SANITÁRIAS

Ação de fiscalização multa comerciantes e moradores em Guarapuava

VIOLÊNCIA CONTRA MULHER

Governo adere à campanha de combate da violência contra a mulher

Comentários