Prefeitura de Laranjeiras do Sul anuncia melhorias na iluminação pública

Os gastos com os projetos devem somar R$ 6,3 milhões

(Foto: Ascom/Prefeitura de Laranjeiras do Sul)

A Prefeitura de Laranjeiras do Sul divulgou nessa segunda (17) que obras de um conjunto de projetos destinados a melhorar a iluminação pública no centro e bairros está sendo viabilizado e devem ser gastos R$ 6,3 milhões.

O objetivo da prefeitura é ampliar a segurança e a qualidade de vida da população. Após aprovação pela Câmara de Vereadores, o prefeito Berto Silva assinou junto à Caixa Econômica Federal, o contrato de financiamento no valor de R$ 7,5 milhões, para aquisição de mais de 4.300 lâmpadas em LED e demais equipamentos e materiais que compõe o conjunto de iluminação pública e que irá substituir o atual sistema de sódio e mercúrio.

A outra parte, cerca de R$ 1,2 milhão será para resolver a questão de resíduos sólidos no município. O financiamento contratado junto à Caixa Econômica Federal será parcelado em 120 meses, com prazo de carência de 24 e taxa de juros de 5,4% ao ano.

Para o prefeito Berto Silva, este projeto é a solução para o problema do alto custo da manutenção da iluminação, representando economia de 60% aos cofres públicos. “

Nas lâmpadas em LED a administração deve gastar, aproximadamente R$ 6,3 milhões. O restante corresponde à adequação conforme ação civil pública relativa ao antigo aterro sanitário, fechado desde 2007 por suas condições precárias.

A gestão anterior assinou um termo de ajuste e conduta responsabilizando-se por resolver o problema dos resíduos sólidos, que representam a instituição de uma usina de reciclagem no município.

Sem o empréstimo a atual administração fica sem condições de realizar as adequações necessárias, que preveem a aquisição de terreno e equipamentos destinados à reciclagem e depósito de entulhos, galhos e gramas. Trata-se de um projeto responsável, pensando no meio ambiente.

Os equipamentos da usina de triagem já foram adquiridos. Falta ainda a aquisição de parte de equipamento de compostagem para processamento dos resíduos sólidos urbanos, além da construção de um barracão e outras instalações (escritórios, depósitos, refeitórios e instalações sanitárias), em um local do quadro urbano, não muito distante e que possibilite aos catadores fácil acesso.

O local para a construção das obras, a prefeitura já dispõe, ao lado da Associação dos Servidores Públicos Municipais (ASPM), no Bairro Presidente Vargas.

 

Relacionadas

AJUDA URGENTE

'Vidas por Vidas' faz rifa solidária para não fechar as portas

TURISMO RELIGIOSO

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

SONHO REALIZADO

Governo regulamenta terras de pequenos produtores em Candói

Comentários