Preso passa mal, é levado para Upa e morre em Guarapuava

Tia de Rafael Bvalchknevstz da Silva disse que ele estava preso por tráfico de drogas. Ele chegou a receber atendimento médico

Preso passa mal e morre em Guarapuava (Foto: Arquivo/RSN

Mais um preso da cadeia de Guarapuava morreu. De acordo com informações do Instituto Médico Legal (IML), a equipe foi acionada por volta das 5h da madrugada desta segunda (30) para buscar o corpo na Unidade de Pronto Atendimento (Upa) do Batel. Conforme o IML, a causa da morte de Rafael Bvalchknevstz da Silva, 25 anos, é indefinida.

Assim, segundo o IML, somente exames laboratoriais poderão apontar o que provocou o óbito do preso, já que a agressão física está descartada. Porém, o IML apontou três possíveis causas. Ou seja, envenenamento, ingestão excessiva de droga (overdose), ou morte natural. Rafael chegou a receber atendimento médico ao passar mal, mas não resistiu.

Conforme informações de uma tia do jovem, ao Portal RSN, Rafael estava preso desde 2 de dezembro do ano passado por tráfico de drogas.  Ele morava no bairro Morro Alto com a família. Porém, esta desconhece se o rapaz tinha algum problema de saúde. O corpo de Rafael será velado a partir das 17h, na Capela Mortuária Batel, em Guarapuava, segundo a Central de Triagem.

Este foi o sexto caso de morte na Cadeia Pública de Guarapuava. Porém as mortes anteriores foram por enforcamento. A última vítima foi Bruno da Silva Ribas, 21 anos.

Ele foi encontrado enforcado no dia 12 de junho deste ano. Porém, até o momento não há informações se esses óbitos foram provocados pelas vítimas ou se foram homicídios.

Leia outras notícias no Portal RSN

 

Relacionadas

PERIGO NO TRÂNSITO

PM registra quatro acidentes na Região Central de Guarapuava

PRISÕES E APREENSÕES

Dois homens são presos com 66 quilos de maconha e 100 munições

BLITZ SEGURA

Blitz educativa alerta para cuidados no trânsito em Guarapuava

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com