Procuradora da Mulher cobra transparência sobre feminicídio e violência

Cristina Silvestri ressalta importância da divulgação oficial dos números para a elaboração de mais políticas públicas de enfrentamento

Procuradora da Mulher cobra transparência sobre feminicídio e violência (Foto: Ascom/RSN)

A procuradora da Mulher, deputada estadual Cristina Silvestri cobra maior transparência dos índices da violência contra a mulher no Paraná. De acordo com a procuradora, um ofício endereçado à Secretaria de Segurança, pede a publicação trimestral do número de feminicídio e dos índices de violência. Conforme Cristina Silvestri, até o momento, o site da Sesp divulgou apenas os dados do primeiro trimestre.

“A divulgação periódica destes dados é importante para que os órgãos de controle e combate possam continuar o monitoramento e estudos para criação de políticas públicas em favor de mulheres no Estado. É com estes números, por exemplo, que nós sabemos quais Regiões do Paraná necessitam de ações de combate mais incisivas”.

A procuradora diz também, que desde o início da pandemia intensifica a cobrança de números. Isso porque, segundo a parlamentar, houve uma mudança de comportamento da população. “Com reflexo, por exemplo, nas subnotificações dos casos de violência doméstica. A transparência destes dados é de extrema importância para o enfrentamento à violência contra a mulher”.

O requerimento, apresentado por meio da Procuradoria, foi lido e aprovado na sessão plenária dessa segunda (21), na Assembleia Legislativa. A solicitação contou com o apoio de 14 parlamentares, entre deputadas e deputados.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BOA SAFRA

Safra de verão deve colher 16.700 quilos de grãos por hectare

NÚMEROS POSITIVOS

Novo Caged mostra recuperação gradual da economia em Guarapuava

VACINAÇÃO PRORROGADA

Sesa prorroga prazo de vacinação contra a poliomielite no Paraná

Comentários