Professora é morta a tiros no horário do almoço desta terça (22) em Pinhão

Professora Franciely Tavares, 33 anos, retornava do trabalho para casa quando foi atingida por tiros. A suspeita é que o ex-esposo seja o autor

*Reportagem em atualização

Franciely Tavares, vítima de feminicídio (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma professora acaba de ser assassinada no município de Pinhão. Franciely Tavares, 33 anos, foi a morta a tiros perto do trevo principal de acesso à cidade, por volta das 12h desta terça (22). De acordo com  informações do agente Matoso, da Defesa Civil, Franciely trafegava na rotatória que dá acesso à PR-170 quando o carro onde estava foi atingido por tiros. “Inicialmente deu pra ver que eram três tiros, mas pode ser que tenham mais. Havia muito sangue”. Conforme informações, a professora retornava do trabalho para casa na Vila Baggio.

Carro em que Franciely estava quando foi atingida pelos tiros (Foto: Valdinei Ferraz)

Embora o Instituto Médico legal (IML) de Guarapuava já esteja no local, a Polícia Científica ainda não chegou (14h02). Há suspeita de que o ex-esposo da vítima tenha sido o autor do crime. Também segundo informações da Defesa Civil, ela tinha duas filhas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

Relacionadas

EM COMEMORAÇÃO

Após 36 dias na UTI por covid-19, idosa de 69 anos é transferida para leito

TRÁFICO NA BR

Dois traficantes são presos transportando cocaína e maconha na BR-277

TIROS

Briga termina em tiros e deixa dois jovens feridos em Cantagalo

Comentários