RallyAir foi lançado oficialmente

Guarapuava – Guarapuava irá sediar a primeira etapa do RallyAir nos dias 17, 18 e 19 de julho, a etapa da agricultura. Evento inédito no país e no mundo, o Rally Aéreo é uma competição de regularidade disputada com aviões, onde piloto e navegador terão de cumprir um percurso pré-estabelecido, sempre mantendo as médias anteriormente definidas.
A idéia do evento esportivo surgiu justamente pelo seu caráter inovador, dando a oportunidade aos apaixonados por aviação de participar de uma festividade que vai definir quem ficará com o título de Campeão Brasileiro de Rally Aéreo.
Mas para isso os participantes recebem uma planilha contendo as informações de médias horárias, aferições e roteiros, que servirão de base para o desenvolvimento do rally. Eles precisam passar por pontos determinados afim de que a velocidade e tempo possam ser aferidos. Para aferir e medir o desempenho, as aeronaves são rastreadas por satélite com tecnologia utilizada no rally automotivo.
A competição exigirá raciocínio, capacidade de cálculo e um excelente entrosamento entre piloto e navegador. O cálculo do consumo de combustível de cada aeronave também fará parte da disputa.
O campeonato está programado para ter cinco etapas e, em cada uma delas, pelo menos 30 aeronaves de diversos tamanhos e modelos devem participar subdivididas em categorias de acordo com a potência e performance. Segundo com o campeão de rally terrestre e promotor do evento, Roque Veviurka (foto), já foram realizadas algumas provas festivas com aviões, mas nenhuma desse gênero. “Não existe nenhuma competição que possa ser comparada com o RallyAir devido às técnicas trazidas do rally terrestre e sua forma de campeonato dividida em etapas”, explica.
Podem participar pilotos de aeronaves, navegadores de rally terrestre, instrutores e alunos de pilotagem, bem como seus familiares e amigos que farão parte da tripulação e da equipe. De Guarapuava, são esperados entre 10 a 20 pilotos e navegadores.
O piloto Vinicius Belo destaca que aquele quer conhecer melhor sua aeronave vai conseguir uma melhor colocação, levando vantagem sobre os outros. “Vamos ter instrumentos básicos de navegação, como velocímetro, altímetro, motores e GPS. Outros instrumentos auxiliares de navegação, usados no dia a dia, serão lacrados. Porém, tudo está dentro das normas de segurança da aviação, não havendo riscos extras”, observa.
Turismo
O RallyAir também será uma ótima oportunidade de lazer, negócios e turismo, não somente para os competidores e para o público, como também para empresários do ramo hoteleiro e gastronômico. “Já temos muita tradição em outras competições de motorsport e precisamos aproveitar isso em benefício da região, desenvolvendo nosso turismo. Temos excelentes provas de kart, arrancadões, exposição de carros antigos, enduro de motos, aeromodelismo, paraquedismo, então precisamos reforçar a idéia de Guarapuava como capital do motorsport”, ressalta Roque Veviurka.
Durante o Rally Aéreo será oferecido um curso de paraquedismo.

Relacionadas

BOM RESULTADO

CAD vence time de Coronel Vivida com placar de 3 a 1

VAI CAD

CAD viaja até Coronel Vivida para enfrentar o time da casa

AUXÍLIO COM RESTRIÇÕES

Bolsonaro sanciona com vetos, auxílio emergencial para setor esportivo

Comentários