Regional de Guarapuava segue com risco baixo de contaminação de dengue

Entretanto, o verão tem início na semana que vem, a estação traz condição favorável para aumentar a proliferação do mosquito transmissor

Regional de Guarapuava segue com risco baixo de contaminação de dengue (Foto: Reprodução/Pixabay)

O Boletim Semanal da Dengue divulgado nesta terça (15) pela Secretaria da Saúde do Paraná registra 128 novos casos da doença. O período epidemiológico, que teve início em agosto, soma até agora 1.375 diagnósticos, além de 3.663 que seguem em investigação. No entanto, é importante ressaltar que a 5ª Regional de Saúde de Guarapuava, segue com baixo risco de contaminação.

De acordo com o secretário de saúde Beto Preto, o Paraná tem 14.718 notificações para a dengue distribuídas em 313 municípios das 22 Regionais de Saúde do Estado. “Nas últimas semanas a análise epidemiológica tem registrado redução no número de casos confirmados da dengue, mas isso não é sinal para baixarmos a guarda porque o vírus está circulando no Estado”.

O verão tem início na semana que vem, a estação traz mais chuvas e sabemos que isso é condição favorável para aumentar a proliferação do mosquito transmissor. Então, neste momento devemos redobrar o alerta contra a dengue com a eliminação dos focos e criadouros do mosquito transmissor da doença.

CENÁRIO

De acordo com o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, o Paraná apresenta hoje (15) a incidência de 9,53 casos de dengue por 100 mil habitantes. A coordenadora de Vigilância Ambiental da Secretaria da Saúde, Ivana Belmonte, explica que este índice tira hoje o Paraná do cenário crítico da dengue. “Mas não tira a situação de atenção da Secretaria da Saúde e dos gestores municipais. O cuidado deve acontecer agora, temos que nos mobilizar para que o problema não evolua nos próximos meses”.

Conforme Ivana Belmonte, com o advento da pandemia da covid-19, a Secretaria vem orientando os gestores para que façam um trabalho educativo junto à população, reforçando a importância da remoção dos criadouros nas residências.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

PARALISAÇÃO

Volta às aulas mobiliza sindicato para greve também na Região

VACINA DA COVID-19

Aliel cobra explicações sobre quantidade de vacinas destinadas ao PR

ATENÇÃO

5ª Regional de Saúde confirma primeiro caso de Dengue

Comentários