Rodovias administradas pela Caminhos do Paraná têm redução de acidentes

Desde 2014, a redução é de 22% no número de acidentes: de 1.059 para 801 acidentes

BR-277 em Guarapuava (Foto: Jorge Woll/DER)

Fechar o ano com indicadores positivos relacionados à segurança nas rodovias é o foco da Caminhos do Paraná. A boa notícia é que, apesar de o índice nacional ainda ser alarmante, nas rodovias administradas pela empresa o número de acidentes vem diminuindo nos últimos anos, conforme aponta o relatório de acidentes e óbitos.

“Os dados são positivos. Desde 2014, tivemos uma redução de 22% no número de acidentes: de 1.059 para 801 acidentes”, comenta o coordenador do Serviço de Assistência ao Usuário, Marlon Abreu Carvalho. Além disso, o número de óbitos nas rodovias concedidas à Caminhos do Paraná teve redução de 48% desde 2015.

É possível associar os recuos de acidentes e óbitos à mudança no comportamento dos condutores e a ações conjuntas da Caminhos do Paraná e das polícias rodoviárias Estadual e Federal para conscientização e fiscalização.

“Algumas campanhas que temos desenvolvido em cooperação com a PRF, como a Operação Serra Segura, que fiscaliza as condições de trafegabilidade de caminhões, certamente contribuem para esse resultado”.

As crianças também estão na atenção da concessionária como multiplicadores da conscientização no trânsito. Em 2018, cerca de 6 mil crianças em Contenda, Irati e Prudentópolis participaram das atividades da Semana Nacional do Trânsito, realizada pela Caminhos do Paraná.

Os investimentos em sinalização, manutenção e monitoramento viário também colaboram para esses índices positivos. Em recente pesquisa de satisfação sobre o serviço executado pela concessionária, a média de entrevistados que destacaram a manutenção do pavimento e a sinalização das rodovias como boas ou ótimas chegou a 82%.

“Para a Caminhos do Paraná, o resultado foi positivo por manter a satisfação do usuário em relação aos serviços prestados pela concessionária, que busca manter a garantia do conforto ao usuário, a fluidez do tráfego e a segurança”, explica o engenheiro Marcio Agulham Martins, diretor de Operações e Manutenção da Caminhos do Paraná.

 

Relacionadas

MAIS CASOS

Em 24h, Guarapuava confirma 95 novos casos de covid-19

VAMOS PARTICIPAR?

UniGuairacá promove live com o tema 'Envelhecer é uma arte'

LUTO

Morre o jornalista Fernando Vannucci aos 69 anos em São Paulo

Comentários