Sanepar vai exportar “know-how” para o Paraguai

Acordo foi assinado pela governadora Cida Borghetti nesta sexta feira (23),

A governadora Cida Borghetti ,o presidente da Essap, Natalício Esteban Chase Acosta, do presidente da Sanepar, Ricardo José Soavinski e do secretário de Comunicação Social, Alexandre Teixeira. (Foto: Orlando KissnerANPr)

O Paraná vai transferir conhecimentos técnicos e científicos na área de saneamento básico para o Paraguai. O objetivo é elevar o índice de abastecimento de água e do sistema de esgoto daquele País. O memorando de entendimento que prevê colaboração técnica entre a Sanepar e a Empresa de Serviços Sanitários do Paraguai S.A. (Essap) foi assinado pela governadora Cida Borghetti nesta sexta feira (23), no Palácio Iguaçu, em Curitiba. Também assinaram o documento os presidentes da Essap, Natalício Esteban Chase Acosta; e da Sanepar, Ricardo José Soavinski. O secretário de Comunicação Social, Alexandre Teixeira, participou do encontro.

“Entendemos a importância desse acordo para que a população paraguaia possa ter uma qualidade de vida cada vez melhor, com água tratada e de qualidade. Água é vida e impacta diretamente na saúde das pessoas. Tenho certeza que esse é o início de uma bem- sucedida parceria que gerará frutos aos dois lados”, afirmou a governadora. Cida destacou a importância da união do Brasil, Paraguai e Argentina. “A união é fundamental para alavancar o desenvolvimento econômico e social nos três países. Estamos sempre de portas abertas para auxiliar e trocar parcerias e experiências”, afirmou.

De acordo com secretário da Comunicação, Alexandre Teixeira, essa cooperação é mais uma demonstração das boas parcerias e da troca de atividades econômicas e sociais entre o Paraná e o Paraguai. “É o fruto de um primeiro contato feito pela governadora. Queremos difundir nossas práticas e dividir toda a experiência para proporcionar ao povo paraguaio o acesso à água de qualidade e saneamento básico. Sabemos a importância disso para o desenvolvimento social de uma população”, destacou.

REFERÊNCIA

A Essap, explicou seu presidente, Natalício Chase, é responsável pelo abastecimento da água e tratamento de esgoto daquele País. Segundo ele, 52% da população têm acesso à água tratada. O índice de tratamento de esgoto é de 2%. “Esse acordo é uma grande oportunidade para conseguirmos elevar esses índices. A Sanepar é referência e se tivéssemos de pagar por todo esse conhecimento seria muito caro. Esse é marco de cooperação que poderá se transformar no futuro em um acordo comercial”, destacou.

A Sanepar possui índice de 100% em abastimento de água nas áreas urbanas dos municípios em que atua. O índice de coleta de esgoto é de 72%. Todo o volume coletado é tratado.

AMBIENTAL 

O acordo prevê colaboração técnica entre a Sanepar e a Essap, além da difusão de conhecimentos técnicos e científicos com ênfase no setor de saneamento ambiental, notadamente nas áreas de gestão comercial e desenvolvimento operacional. Segundo o diretor-presidente da Sanepar, Ricardo Soavinski, a intenção é colaborar com a experiência adquirida pela Sanepar no que diz respeito a saneamento. “Já estamos alinhando as ações para que essa troca comece o mais rápido possível. Nossa equipe está sempre em busca de novas tecnologias e conhecimentos, vamos dividir tudo isso com a população do Paraguai e, também, aprender muito com a experiência deles”, destacou.

Com base no documento, em curto espaço de tempo, será assinado um acordo de cooperação técnica entre as duas empresas.

 

Relacionadas

PANDEMIA DA COVID-19

Governo do Paraná confirma implantação do toque de recolher

SUGESTÃO

Deputados pedem suspensão das provas do PSS do magistério

VACINA É IMPORTANTE

Hoje (30) é o último dia da vacinação contra a pólio no Paraná

Comentários