Seis detentos morrem após briga em Cadeia Pública

"Por volta das 22h, os presos de uma das celas da unidade prisional iniciaram a briga entre eles, que resultou na morte de seis internos", informou a Sesp PR

Os mortos já foram identificados pelo IML (Foto: Reprodução/CGN)

Ao menos seis detentos morreram durante um tumulto na Cadeia Pública de Ibiporã, a cerca de 400 quilômetros de Curitiba. Conforme as informações, as mortes teriam ocorrido, entre a noite dessa segunda (17) e terça (18).

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do estado informou que os seis detentos morreram durante uma briga entre presos da mesma cela. “Por volta das 22h, os presos de uma das celas da unidade prisional iniciaram a briga entre eles, que resultou na morte de seis internos”.

Ainda segundo a secretaria, durante a confusão internos colocaram fogo em colchões. A pasta disse que policiais civis de plantão abriram as celas rapidamente para que os detentos pudessem deixar o local, e que ninguém se feriu em função das chamas, logo controladas pelo Corpo de Bombeiros.

Assim que tudo começou, a Polícia Civil acionou reforços de outras forças policiais. O Setor de Operações Especiais (SOE) do Depen também foi chamado para restabelecer a ordem e assumir o controle dos presos e demais medidas fossem tomadas no interior da carceragem. Todos os detentos da carceragem foram removidos ao pátio.

O Corpo de Bombeiros, o Instituto Médico Legal (IML) e o Instituto de Criminalística, da Polícia Científica, também foram acionados. Um inquérito será instaurado para apurar a ocorrência e, também, para que seja possível identificar e tomar as medidas cabíveis aos responsáveis.

O SOE continua na unidade, para os reparos necessários. A Polícia Militar, por meio do 5º Batalhão da Polícia Militar, fez o isolamento externo e se mantém do lado de fora da unidade, com policiamento fixo, para reforçar a segurança da unidade prisional e na região. Ainda hoje (18), ao menos 25 presos serão transferidos ao sistema prisional do Departamento Penitenciário.

IDENTIFICAÇÃO

Os detentos mortos já foram identificados oficialmente pelo IML. Ronaldo de Oliveira Pinheiro Filho, Jonas Gonçalves de Queiroz, Rickelmer Peres Cegala, Marcelo Henrique dos Santos, Jorge Luis de Almeida e Danilo Lucio Lopes Rodrigues.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ALERTA

Casos de doença rara podem estar associados à covid-19

PRAZO FINAL

Prazo para inscrições em cursos gratuitos de tecnologia termina hoje (23)

ELEIÇÕES

'Podemos' disputa a prefeitura nas maiores cidades do Paraná

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com