Sindicatos de PG pedem anulação de consulta pública

Segundo os sindicatos, houve irregularidades na consulta pública promovida pelo Governo em 215 escolas estaduais no Paraná

Sindicatos de PG pedem anulação de consulta pública (Foto: Divulgação)

Cinco sindicatos sediados em Ponta Grossa protocolaram denúncia ao Ministério Público, nesta sexta (30). De acordo com as entidades, há irregularidades na consulta à comunidade escolar. O tema trata sobre a mudança dos colégios para a escola cívico-militar.

Conforme as entidades, elas pedem a anulação da consulta envolvendo 215 colégios do Estado. De acordo com os sindicatos, a consulta foi noticiada apenas um dia antes da coleta de assinaturas.

EM PONTA GROSSA, QUATRO

De acordo com ação, só em Ponta Grossa, quatro colégios participaram da consulta. Assim são eles: Professor Colares, José Elias da Rocha, General Antonio Sampaio e Frei Doroteu.  Entretanto, a medida atinge ainda outras instituições vinculadas ao NRE nos Campos Gerais.

OS SINDICATOS

De acordo com o documento, assinam a denúncia a Seção Sindical dos Docentes da Universidade Estadual de Ponta Grossa, App-Sindicato. Além da Seção Sindical dos Docentes da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Sindicato dos Metalúrgicos. E ainda o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Carnes e Derivados e Alimentação.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ALTA PROCURA

Faculdade Guarapuava formou 200 profissionais de contabilidade

LER FAZ BEM

Bibliotecas da Unicentro indicam livros do acervo no Instagram

GUARAPUAVA

Capital da Cevada e do Malte agora tem curso técnico de mestre cervejeiro

Comentários