Vacina contra gripe alcança 79% do público alvo em Guarapuava

De acordo com a Secretaria de Comunicação da prefeitura, até o início da tarde desta quinta (28), 45.966 pessoas já tinham sido imunizadas na cidade

Em Guarapuava, o maior grupo prioritário é o de idosos (Foto: Geraldo Bubniak/ANPr)

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe, que termina no dia 5 de junho, já alcançou 79,29% do público alvo em Guarapuava. De acordo com a Secretaria de Comunicação da prefeitura, até o início da tarde desta quinta (28), 45.966 pessoas já tinham sido imunizadas na cidade.

De acordo com um boletim da campanha divulgado pela Secom, os idosos formam o maior grupo prioritário em Guarapuava. Inicialmente, 16.091 idosos deveriam ser imunizados na campanha deste ano na cidade. Entretanto, 19.166 pessoas que se enquadram neste grupo foram vacinadas. Ou seja, a meta alcançada foi de 119%.

Além disso, adultos entre 55 e 59 anos, segundo maior grupo em Guarapuava com 7.286 integrantes, 3.533 procuraram pela vacina. O grupo dos trabalhadores da saúde, também superou a meta estabelecida e 3.889 pessoas foram imunizadas.

Os dados revelam ainda que na 5ª Regional de Saúde, que tem sede em Guarapuava, e abrange 20 municípios da Região, 81,84% do público prioritário já esta imunizado.

MENORES ÍNDICES

Ainda com base nas informações, os grupos com menor procura pela imunização foram crianças entre dois e cinco anos, e crianças com seis anos incompletos. O primeiro teve apenas 41,11% do público alvo imunizado, enquanto o segundo chegou a 47,53%.

NO ESTADO

A Agência Estadual de Notícias divulgou na manhã de hoje (28) que a cobertura da campanha alcançou 75% do público elencado no Paraná. Por isso, a Secretaria Estadual de Saúde emitiu um alerta para que os municípios paranaenses promovam estratégias de chamamento do público-alvo que ainda não recebeu a dose.

O secretário de Saúde, Beto Preto, destacou que a vacina não imuniza contra o coronavírus, mas protege contra a Influenza, que é o vírus da gripe. “Nosso objetivo com a campanha, que foi até antecipada neste ano, é proteger o maior número de pessoas, evitando quadros mais graves de gripe e a ida a unidades de saúde e hospitais, ambientes com alto risco de transmissão da Covid-19”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Paraná está entre os 11 estados com alta transparência sobre a covid-19

SOL E CHUVA

Tempo instável marca esta semana em Guarapuava

OBRA INÉDITA

Construção de túnel sob Francisco Beltrão promete acabar com cheias

Comentários