Vigilância Sanitária interdita fábrica clandestina de medicamento

Guarapuava – Foi interditado na última semana, em uma ação conjunta entre a Vigilância Sanitária Estadual e Municipal, um estabelecimento que engarrafava um medicamento caseiro denominado Viagra Cacique.
A empresa funcionava clandestinamente aos fundos de uma residência no Bairro Morro Alto, em Guarapuava. Além do Viagra, eram empacotados diversos chás e preparados destinados ao combate de doenças como diabetes, reumatismo, depressão, hipertensão, obesidade, stress, úlceras e até preparo de cerveja.
O ambiente de trabalho era apertado, escuro, onde a matéria-prima era armazenada diretamente no chão, em sacos amontoados sem os devidos cuidados higiênicos. No local, três funcionários ensacavam e engarrafavam os produtos, sem luvas, máscaras ou mesmo aventais. A empresa não possuía registro junto a VISA (Vigilância Sanitária), alvará de localização e também não possuía farmacêutico ou outro técnico responsável pelo setor. Não foi apresentado nenhum documento que comprovasse a qualidade dos produtos ali manipulados, que segundo os funcionários eram recebidos de viajantes que faziam a entrega das misturas mensalmente.
O estabelecimento foi interditado imediatamente e os responsáveis intimados a responder legalmente perante as autoridades pelas infrações cometidas. Centenas de pacotes e frascos destes produtos foram apreendidos e encaminhados para o depósito da VISA.
Segundo os técnicos da Vigilância, estabelecimentos deste gênero além de causarem danos à saúde da população, não geram tributos ao Município, além de concorrerem deslealmente com o comércio de farmácias, drogarias e laboratórios.
A VISA orienta a população que somente adquira medicamentos ou chás em locais específicos como farmácias e drogarias.

Relacionadas

CONTRA A COVID-19

Começa vacinação contra a covid-19 em Guarapuava

BOLETIM

Após 11 dias de internação, morre 75ª vítima da covid-19 em Guarapuava

MAIS AGILIDADE

Justiça Federal pode zerar fila de perícias médicas em Guarapuava

Comentários