Voluntários da Guairacá prestam serviço no GSV em Guarapuava

Estudantes são capacitados para atendimento voluntário

Em Guarapuava, um grupo de voluntários vem lutando contra altos índices de suicídio, prestando apoio emocional à população para prevenção de suicídios.

O GSV (Guarapuava Salvando Vidas) atua nos mesmos moldes do CVV (Centro de Valorização da Vida), que tem ajudado pessoas pelo país todo, conforme apontou o coordenador do grupo, Arthur Antônio Mondin.

“O suicídio é um dos problemas mais sérios da atualidade, em qualquer lugar do mundo. O voluntário do GSV é alguém que se dispõe a conversar com quem está triste, precisando desabafar ou que realmente está pensando em suicídio”.

(Foto: Ascom)

No ano passado ocorreu a primeira capacitação de voluntários do GSV na Faculdade Guairacá. Agora, outra turma passa por capacitação, por meio de uma parceria com a instituição.

“Nós já temos voluntários que estão atendendo no chat nas sextas feiras, sábados e domingos. Nós estamos iniciando esse curso para ampliarmos o número de voluntários, para prepará-los para ouvir melhor as pessoas, e também, para estendermos os dias de atendimento”.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, essa é a segunda maior causa de morte entre pessoas de 15 a 29 anos de idade. O serviço de apoio está disponível no site.

“Esse espaço possibilita que a pessoa não se identifique e possa falar livremente. A solidão é um problema do mundo todo e acaba muitas vezes gerando a depressão. E a depressão, muitas vezes, leva ao suicídio. Então, o trabalho de prevenção começa evitando a solidão”.

O GSV está funcionando em Guarapuava desde o dia 8 de março.

(Imagem: Guarapuava Salvando Vidas)

 

Relacionadas

JÁ É TRADIÇÃO

Hoje (29) é dia de garantir o Pastel da Catedral em Guarapuava

CIDADE INTELIGENTE

Pato Branco ganha o título de 'Capital Tecnológica e Inovadora' do Paraná

LUTO

Corpo de Juliano Brandalise já está na Capela Municipal Santa Cruz

Comentários