Troca de livros promove hábito de leitura em Guarapuava e todo país

Em ação social, Silvio Ortiz montou um esquema de pirâmide diferente, uma troca de livros para estimular a leitura entre as pessoas

Troca de livros promove hábito de leitura em Guarapuava e todo país (Foto: Reprodução/Pixabay)

A leitura é uma prática importante para manter o corpo e a mente sãos. Para Carlos Drummond de Andrade, essa é uma fonte inesgotável de prazer. É assim que se adquire conhecimento, vocabulário e instiga a imaginação. Pela leitura é possível viajar, sem mesmo ter saído de casa. No entanto, esse não é um hábito presente na casa de todos os brasileiros.

Segundo a quarta edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, promovida pelo Instituto Pró-Livro em 2016, a média de leitura dos brasileiros é de pouco mais de dois livros por ano. Percebendo esse cenário, Silvio Luiz Ortiz, passou a participar de uma ação em prol dos livros. Ele estava olhando as redes sociais, quando viu um amigo compartilhando um projeto que envolvia livros.

Assim, solicitou informações e descobriu que a “brincadeira” funciona no estilo dos esquemas pirâmides. “Sabe as pirâmides financeiras? Funciona assim. O sucesso da empreitada é baseado na adesão das pessoas, no futuro. É a partir da participação que vai dando certo e criando o retorno para quem vai entrando. Ou seja, se você entra hoje na ação, sua participação dá retorno para quem já estava”.

COMO FUNCIONA?

O participante coloca no perfil, seja no feed ou status, a informação de que está participando e quem quiser participar sinaliza. Quando você recebe as instruções você precisa enviar um livro. No entanto, não será para a pessoa que está conversando com você. E, sim, para quem a convidou para participar do projeto. Silvio Ortiz explica que isso cria uma reação em cadeia.

Você vai receber um texto para publicar em que as pessoas que forem aderindo por meio de você, mandam para quem te convidou. É uma retribuição. Quem for convidado pelas pessoas que você convidou, vão retribuir o texto para você. É um jeito de chamar a atenção para a leitura, é interessante atrair pessoas.

O livro é enviado para a pessoa que te incluiu. Ou seja, quem convidou a pessoa que te convidou. Como é uma pirâmide é algo que não há como contabilizar, podem ter pessoas no país inteiro participando. Assim, os interessados podem entrar em contato, pelo telefone (42) 3035-4127 ou pelo celular/WhatsApp (42) 99129-2229.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ARTE POR TODA PARTE

Olhar sobre o mundo: as obras de arte em colagens de Cristhian Lucas

CULTURA

Nesta quarta (18) ocorre o Ciclo de Leituras Dramáticas da Unicentro

SÉRIE NACIONAL

Série 'Desalma' da Globoplay conta com participação de filho de iratienses

Comentários