Balanço parcial da PRF mostra que alta velocidade impera nas rodovias do PR

Da Redação

Guarapuava – Em dois dias da operação do feriadão de Corpus Christi a Polícia Rodoviária Federal já  fez 2.221 autuações por excesso de velocidade nas rodovias paranaenses. Outros 50 registros foram por ultrapassagens proibidas; além de 10 acidentes, dos quais qquatro com sete pessoas feridas. De acordo com a PRF, foram realizados 250 testes de alcoolemias com cinco flagrantes de embriaguez e dois detidos. 

PROPOSTA DE YARED

E é justamente para coibir a alta velocidade nas rodovias que a deputada federal Christiane Yared apresentou proposta, aprovada  pela Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados relulamentando a fiscalização de velocidade de veículos.

O texto estabelece diretrizes como: sinalização obrigatória ao longo da rodovia sobre a presença de radar;- indicação do limite de velocidade antes do local onde o radar está instalado; – tolerância de 10% sobre o limite de velocidade para veículos leves; e- proibição do uso de radar móvel em vias urbanas ou trecho urbano de vias rurais;

A proposta inclui as regras para fiscalização no Código de Trânsito Brasileiro (CTB – Lei 9.503/97), atualmente estabelecidas em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

O texto aprovado é um substitutivo da relatora, deputada Christiane de Souza Yared (PR-PR), ao Projeto de Lei 3340/15, do deputado Goulart (PSD-SP), que proíbe a fiscalização por radar móvel em qualquer hipótese.

Segundo Yared, estabelecer regras no código de trânsito dará maior estabilidade jurídica à fiscalização, deixando normas específicas para serem estabelecidas pelo Contran. “Não é possível adotar medida que coloque em risco a segurança no trânsito, especialmente com o esforço global pela redução de mortos e feridos.” (Com informações da Agência Câmara dos Deputados)

MAIS VÍDEOS

Comentários