44 pessoas já foram presas na Operação Pandora, desencadeada pela Civil de Guarapuava

Ação ocorreu na manhã desta quarta (19) e envolveu, também, municípios de Santa Catarina

Movimentação policial é intensa na 14ª Subdivisão Policial de Guarapuava nesta quarta (19) (Foto: Amanda Pieta/Portal RSN)

A Polícia Civil de Guarapuava divulgou um balanço inicial da Operação Pandora, desencadeada nas primeiras horas da manhã desta quarta feira (19), em Guarapuava, e que visa desmantelar quadrilhas envolvidas com tráfico de drogas. O caso é conduzido pelo delegado Alysson de Souza.

Até o momento, segundo a Polícia Civil, pelo menos 44 pessoas foram presas preventivamente. O número corresponde a envolvidos que estavam em Guarapuava e, também, em municípios de Santa Catarina. As demais cidades que também contaram com a operação, assim como os nomes dos presos e quantidade de drogas apreendida, ainda não foram divulgadas.

(Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Ainda de acordo com informações da Polícia Civil, mais de 50 mandados de prisão foram expedidos para a Operação, que foi resultado de dois anos e meio de investigação da Polícia Civil de Guarapuava. 160 policiais, que integram o Grupo Tigre, Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) e Centro de Operações Policiais Especiais (COPE), participaram da ação nesta quarta (19).

A Operação Pandora contou, também, com a utilização de dois helicópteros, que deram suporte às operações terrestres.

(Foto: Marize Goes Pires/Reprodução)

Ainda na tarde desta hoje, a Polícia Civil irá divulgar um balanço completo do operação.

Relacionadas

TRISTEZA

Corpo de jovem afogado já encontra-se no IML em Guarapuava

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Após discussão, homem agride esposa e é preso em Guarapuava

PANDEMIA

Outros 25 casos de covid-19 entram para a estatística em Guarapuava

Comentários