Abertura do Centro de Especialidades, em Guarapuava, depende da criação de consórcio

Na semana passada, projeto para constituir o consórcio foi encaminhado pelo Governo do Estado à ALEP

(Foto: Divulgação)

O Governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP), na última sexta feira (28), o projeto de lei que ratifica a constituição do Consórcio Intergestores de Saúde da 5ª Região de Saúde, que irá administrar o Centro de Especialidades, em Guarapuava. O consórcio reunirá 20 municípios da região central do Paraná. Uma vez constituído, após aprovação pelos deputados estaduais, o Centro estará apto para começar a atender.

De acordo com informações do Governo do Estado, o consórcio também vai administrar o Centro de Especialidades Odontológicas e o Serviço de Saúde Mental. Com isso, os 460 mil moradores da região central do Paraná terão acesso a serviços ambulatoriais especializados de média e alta complexidade, serviços de urgência e emergência pré hospitalar e ambulatórios especializados.

PIONEIRO

Segundo informações repassadas a esta reportagem pela Secretaria de Saúde do Estado, este é o primeiro consórcio de saúde que tem a participação do Governo. Em junho deste ano, o Estado e os municípios assinaram protocolo de intenções para a criação do consórcio. Após esse primeiro passo, a proposta recebeu a concordância formal dos prefeitos e foi aprovada pelas Câmaras de Vereadores dos 20 municípios.

Formam o consórcio os municípios de Boa Ventura de São Roque, Campina do Simão, Candói, Cantagalo, Foz do Jordão, Goioxim, Guarapuava, Laranjal, Laranjeiras do Sul, Marquinho, Nova Laranjeiras, Palmital, Pinhão, Pitanga, Porto Barreiro, Prudentópolis, Reserva do Iguaçu, Rio Bonito do Iguaçu, Turvo e Virmond.

Atualmente a região tem quatro consórcios – dois em Guarapuava e dois descentralizados em microrregiões. O projeto enviado à Assembleia Legislativa propõe que eles sejam unificados no Consórcio Intergestores da 5ª Regional de Saúde, de forma a facilitar a integração para o gerenciamento e funcionamento do Centro de Especialidades. Além disso, um único consórcio para todos os municípios deverá gerar economia de escala, eficiência e qualidade na aquisição dos serviços de saúde.

CENTRO DE ESPECIALIDADES

O Governo do Estado investiu R$ 9,1 milhões na construção do Centro de Especialidades de Guarapuava, que já está concluído.

Segundo a Secretaria de Saúde do Estado, no local será possível fazer exames de várias especialidades, como raio-x, ultrassonografia, oftalmologia, audiometria e eletroencefalografia, e também terá estrutura para cirurgias ambulatoriais.

São 21 consultórios médicos especializados e consultórios para atendimento com equipe multidisciplinar. A unidade será referência também para o atendimento da Rede Mãe Paranaense na região.

Relacionadas

MAIS UMA MORTE

33ª morte por covid-19 é confirmada em Guarapuava

SISTEMA ON-LINE

Programa Guarapuava Digital oferece agilidade e economia

NOVIDADE

Franquia OdontoTop inaugura unidade em Guarapuava nesta sexta (4)

Comentários