Ação do MPF pede investigação contra Cida, Richa, Greca e outros, por abuso de autoridade

Eventos beneficiaram a candidatura de Beto Richa, diz o MPF

A abertura de uma Ação de Investigação Judicial Eleitoral foi solicitada pelo Ministério Público Federal contra os candidatos Cida Borghetti (PP) e Beto Richa (PSDB). A ação também envolve os prefeitos de Curitiba Rafael Greca (PMN), e de Fernandes Pinheiro, Cleonice Schuck, além do candidato a vice-governador na chapa de Cida, Coronel Malucelli (PMN) e os suplentes de Richa, Nelson Padovani (PSDB) e Maria Iraclesia (PSDB).

O MP entende que houve abuso de autoridade da governadora, e dos prefeitos, ao permitirem a realização de eventos oficiais para beneficiar a candidatura de Richa ao Senado. O teor do pedido é similar à solicitação da impugnação da candidatura de Richa, apresentada na semana passada pelo MDB.

Relacionadas

ELEIÇÕES

'Podemos' disputa a prefeitura nas maiores cidades do Paraná

ELEIÇÕES 2020

Ministério Público envia recomendação a partidos políticos

MAIS TRANSPARÊNCIA

Procuradora da Mulher cobra transparência sobre feminicídio e violência

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com