Ações de monitoramento para hipertensos e diabéticos são intensificadas

Entre os programas em Guarapuava está o Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos do Ministério da Saúde

Entre os programas em Guarapuava está o Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos (Foto: Secom/Prefeitura de Guarapuava)

A hipertensão arterial, popularmente chamada de pressão alta, é uma das doenças que mais matam no mundo. Segundo dados do Ministério da Saúde, 34 pessoas morrem por hora no país em decorrência de doenças cardiovasculares, sendo a hipertensão um dos principais fatores de risco, que também aumenta a letalidade relacionada à covid-19.

Assim, entre os programas de saúde em Guarapuava está o Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos do Ministério da Saúde. Esse destina-se ao cadastramento e acompanhamento de portadores de hipertensão arterial e/ou diabetes mellitus atendidos na rede ambulatorial do SUS. Assim, permitindo gerar informação para aquisição, dispensação e distribuição de medicamentos de forma regular e sistemática a todos os pacientes cadastrados.

De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Jonilson Pires, em Guarapuava, os programas de atenção à saúde primária são de intenso trabalho de prevenção e controle de doenças crônicas, buscando melhorar a qualidade de vida dos pacientes.

Conforme a a enfermeira e uma das tutoras do programa, Keyla Debona, durante a pandemia, o programa teve algumas modificações visando reduzir os riscos de contaminação, porém sem deixar de prestar o atendimento continuado. “Buscamos novas formas de fazer os atendimentos para que os pacientes continuem com o monitoramento contínuo, essencial para o controle das doenças”.

COMO FUNCIONA?

As equipes das unidades de saúde estão organizando monitoramento por telefone e visitas domiciliares. Desse modo, disponibilizando inclusive um número exclusivo de WhatsApp para contato direto com os pacientes atendidos nas unidades básicas.

As consultas para pacientes de alto risco são agendadas e a dispensação de medicamentos, mesmo se a receita estiver vencida, é feita nas unidades básicas, na Farmácia Municipal, Farmácia do CEDETEG e através do Programa Farmácia Popular. Os exames de controle também continuam sendo feitos, mediante agendamento.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Sobe para 422 infectados com o novo coronavírus em Guarapuava

ELEIÇÕES

Celso Goes se prepara para enfrentar o processo eleitoral

CIÊNCIA E TECNOLOGIA

Guarapuava é sede da primeira rede de pesquisa genômica do País

Comentários