Adelmo diz que criação de Geoparque é um novo marco para o município

O município tem feito grandes investimentos na área do Turismo e Cultura. E este novo projeto vem ao encontro desse trabalho, diz Adelmo

Adelmo diz que criação de Geoparque é um novo marco para o município (Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Nessa terça (14), o governo do Paraná anunciou que o estado poderá ganhar o primeiro Geoparque. E Prudentópolis está sendo cotada para ser o primeiro geoparque do Estado. O projeto é do Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, em parceria com o Instituto PR-Turismo. Além da Secretaria de Estado da Comunicação Social e da Cultura, Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), e da Prefeitura de Prudentópolis.

Entretanto, apesar do nome, um geoparque não é um parque e sim uma área com limites bem definidos, onde paisagens de grande relevância geológica, aliadas aos outros bens naturais e culturais da Região, são integrados em estratégias de desenvolvimento territorial. Para o prefeito de Prudentópolis, Adelmo Luiz Klosowski, essa iniciativa é um novo marco para o município.

“Acrescentará em grande escala no desenvolvimento do setor de turismo. Além disso, dará visibilidade a nossas riquezas naturais, e ainda vai contribuir para a preservação de culturas locais”.

Ainda conforme Adelmo, a criação do primeiro geoparque do Paraná no município, tem impacto direto na economia, com geração de empregos com mão de obra qualificada, fomentando uma nova renda sustentável.

Durante os últimos anos, o município tem focado grandes investimentos na área do Turismo e Cultura, com grandes parcerias junto ao Governo do Estado, que tem alavancado Prudentópolis no cenário estadual e nacional. Assim, este novo projeto vem ao encontro desse trabalho, focando no crescimento do turismo, uma “indústria” não poluente.

CULTURA, NATUREZA E FÉ

Prudentópolis é conhecida como o berço da imigração ucraniana. Além da cultura e da gastronomia riquíssimas, o município possui atrativos naturais formados por cachoeiras, quedas livres de água, cânions e uma extensa área de faxinais.

Por isso, o município se enquadra em todas as características de um geoparque. Existem ainda árvores petrificadas de milhões de anos, a Escarpa da Serra da Esperança, fósseis de idade permiana, belíssimos afloramentos do Aquífero Guarani, cavernas e paleotocas.

Além disso, concentra expressiva cultura ucraniana, religiosidade, museus, prováveis casas indígenas da tribo Kaingangue. A cidade também é conhecida como a Capital da Oração, tornando-se uma das rotas do turismo religioso com mais de 100 igrejas, museus e artefatos históricos.

Prudentópolis é um pedacinho da Ucrânia no Brasil (Foto: Arnaldo Alves/ANPr)

Assim, Prudentópolis é o berço de riquezas naturais que atraem a atenção dos paranaenses e também dos moradores dos outros estados brasileiros que conhecem o município. Atualmente existem 145 Geoparques Mundiais da Unesco e muitos outros em redes nacionais e continentais.

O Brasil possui um geoparque na rede da Unesco, o Geoparque Chapada do Araripe, no Ceará. Além disso, essa Região paranaense tem o potencial discutido há algum tempo, já que tem fortes aspectos culturais e de belezas naturais diversificadas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

REFORÇO

Segurança pública recebe reforço de 100 fuzis do Exército

REPÚDIO

'Cidadania' repudia sentença racista de juíza de Curitiba

CONQUISTA

Reconhecimento: Paraná conquista Área Livre de Aftosa sem Vacinação

Comentários