Aos poucos, água tratada começar a voltar em bairros de Pinhão

Entretanto a Prefeitura, a Defesa Civil e a Sanepar estão colocando caixas d'água em escolas e postos de saúde abastecidas por caminhões-pipas

Aos poucos, água tratada começar a voltar em bairros de Pinhão (Foto enviada por Vilson, do Mazurechen)

Aos poucos o abastecimento de água está retornando ao normal em Pinhão. Neste sábado (23), o fornecimento de água continua sendo feito pela captação do Poço do Gato. Isso permitiu o abastecimento para vários imóveis localizados na parte baixa da cidade. Conforme a Sanepar,  aproximadamente, 50% da população já está sendo abastecida normalmente.

Segundo a Prefeitura, esse é o caso do Mazurechen, Nossa Senhora Aparecida, Lindouro e algumas regiões do Centro da cidade. A previsão é de que, gradativamente, outros pontos da cidade comecem a receber água.

Entretanto, para que não haja desabastecimento nas casas, caixas d’água estão sendo fornecidas pela Prefeitura, Defesa Civil e Sanepar. Esses recipientes estão sendo colocados em escolas e postos de saúde e estão à disposição dos moradores.  Porém, segundo o prefeito Odir Gotardo, com a demanda o estoque de caixas d’água no mercado pinhãoense está zerado. Conforme o prefeito, as caixas que a Prefeitura tinha no estoque já foram colocadas, assim como outras levadas pela Sanepar, de Guarapuava.

O desabastecimento ocorre desde essa sexta (22) quando houve a interrupção pelo excesso de barro no Rio Tapera, manancial que abastece o município.

Assim, para que ninguém fique desprovido, a alternativa está sendo encher caixas d’água utilizando caminhões-pipas da Defesa Civil, Prefeitura e da Sanepar. A água é oriunda da estação de tratamento de Faxinal do Céu.

Prefeito Odir Gotardo (Foto: Reprodução/Facebook)

SÁBADO DE TRABALHO

Por conta desse problema, o sábado foi de muito trabalho para o prefeito e equipes parceiras. Porém, já no meio da semana máquinas da Prefeitura auxiliaram a Sanepar na recuperação da estação de tratamento que foi vandalizada. “Porém quando estava tudo certo e a água já começava a chegar nas casas, houve novo problema e o desabastecimento está sendo geral”.

De acordo com o prefeito, o momento é de minimizar o efeitos do desabastecimento para que as pessoas possam consumidor água potável. “Vamos torcer para que tudo volte ao normal o mais rápido possível. Depois vamos ver o que ocorreu. Agora precisamos cuidar da população”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

COVID-19

Dois casos de covid-19 foram confirmados em Guarapuava neste domingo

SETEMBRO AMARELO

Pandemia reforça novos cuidados com a saúde mental

DIA DA ÁRVORE

Instituto Água e Terra desenvolve ação para o Dia da Árvore

Comentários

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com