Após acidente mulheres brigam e uma delas é presa em Prudentópolis

A briga começou por conta de uma batida entre uma caminhonete e um carro. Posteriormente, a PM prendeu uma das mulheres por dirigir bêbada

Após acidente mulheres brigam e uma delas é presa em Prudentópolis (Foto: Reprodução/PicJumbo)

Um acidente de trânsito na madrugada desta quarta (38) resultou em briga entre mulheres e prisão em Prudentópolis. De acordo com a Polícia Militar, uma das motoristas estava embriagada e foi presa. A discussão começou por conta de uma batida entre uma caminhonete e um carro no Loteamento Maringá.

Conforme a PM, por volta das 1h37, a equipe recebeu um chamado para atender um acidente de trânsito, sem vítimas. Isso porque as motoristas se desentenderam, discutiram e entraram em luta corporal. Os policiais ao chegarem no endereço informado, conversaram com as duas. A motorista da Ford F250 XLT relatou à PM, que estava entrando na garagem da casa com a caminhonete, quando outro carro bateu na traseira. Ela também relatou aos policiais que após o ocorrido, passaram a discutir e a motorista do Peugeot 206 começou a xingá-la, e em seguida a agrediu.

Porém, para a motorista do Peugeot a história é outra. Ela relatou à PM que seguia com o carro atrás da caminhonete, quando a motorista não deu seta para esquerda, e entrou na garagem. Dessa maneira, ela seguiu e bateu contra a Ford F250. Assim, elas começaram a se desentender e brigar. Apesar do ocorrido, as duas não tiveram interesse na representação.

ENCAMINHAMENTOS

Contudo, mesmo com as motoristas em acordo, os policiais tiveram que confeccionar um boletim de acidente de trânsito. Tendo em vista, a batida entre os veículos, que deixou apenas o Peugeot danificado. Posteriormente, a equipe policial convidou as duas para o teste do bafômetro. O teste deu negativo para a motorista da caminhonete e resultou em 0,77 mg/l para a motorista do Peugeot.

Dessa maneira, a PM deu voz de prisão a mulher e ainda, fez as notificações pertinentes ao caso. Por fim, os policiais encaminharam a motorista até a delegacia da Polícia Civil para os procedimentos da polícia judiciária. Além disso, a equipe liberou os veículos por não possuírem pendências.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

ALERTA

Pinhão confirma duas mortes por covid-19 em menos de 24h

VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Mulher é agredida com um facão pelo ex-marido em Irati

JULGAMENTO

TJ julga recurso para que policial que atirou em Saulo vá a júri popular

Comentários