Avenida Nereu Ramos oferece perigo a pedestres na hora do ‘rush’

Além da avenida ser estreita, há grande fluxo de veículos e ainda carros e motos são estacionados sobre a calçada prejudicando pedestres

Avenida Nereu Ramos oferece perigo a pedestres na hora do ‘rush’ (Foto: RSN)

Final de tarde e o ‘rush’ diário congestiona a movimentada Avenida Nereu Ramos, no bairro Bonsucesso em Guarapuava. Para agravar a situação, os carros e motos estacionados nas calçadas tiram o espaço de pedestres. Desse modo, para seguir em frente só indo pelo meio da rua mesmo. “Esta rua é um perigo. As pessoas não têm por onde passar”, reclama uma moradora. Conforme a mulher, essa situação provoca a vulnerabilidade dos pedestres e de ciclistas. “Há muitos acidentes aqui. A gente já comunicou a Secretaria de Trânsito, mas sem retorno”.

E para contribuir com a insegurança, há uma variedade de estabelecimentos comerciais, entre estes, lojas de revenda de carros e motos. “Há muita imprudência por parte dos motoristas, que saem com muita pressa. Eles colocam as pessoas em risco”, disse o funcionário de uma das unidades comerciais.

Um dos exemplos do perigo que ronda a avenida, ocorreu na última sexta (13) quando um carro atropelou dois jovens que estavam numa bicicleta. “Eu e meu irmão estávamos indo pra casa. Meu irmão estava sentado no varão da bike. Mas o carro saiu correndo, nem parou pra entrar na rua e nos atropelou. Meu irmão se machucou muito mais do que eu”, disse uma das vítimas ao Portal RSN.

 

(Foto: Arquivo/RSN)

MAIS PROBLEMAS

De acordo com a moradora Maria José Ferreira de Abreu, esse caso não é isolado. Ela relatou ao Portal RSN, que desde que se mudou para essa rua, em 2005, atropelamentos e desrespeito aos pedestres são constantes. Apesar das placas de sinalização com limite de velocidade de 30 quilômetros por hora e lombada, a rua permanece muito movimentada. Mas, mesmo com o fluxo expressivo de veículos, os motoristas insistem em estacionar nas calçadas, em frente ao pontos de comércio e residências. Isso porque, como a avenida é estreita, não há espaço para estacionamentos.

A frente da minha casa, serve para deixar os carros. Eu não me incomodo com isso, porque quando a gente vai em um lugar, a gente tem que estacionar em algum lugar. Minha única preocupação é a falta de respeito que os motoristas têm com os pedestres. Eles param o carro ‘tampando’ toda a passagem. Começa desde a esquina até a minha casa, dos dois lados da rua. Diversas vezes já falei para eles deixarem na frente de casa, mas deixando um espaço para o pessoal passar.

De acordo com a moradora, algumas vezes a Polícia de Trânsito multou quem estacionou em frente à casa dela. Porém, não adiantou. “Quando está na frente da minha casa eles multam, quando está em outros comércios ele nem ligam. Na garagem que vende carros, eles colocam os veículos na calçada. O mesmo ocorre com a oficina de motos. Então as pessoas tem que passar no meio da rua mesmo”.

FALTA DE ACESSIBILIDADE

Conforma Maria José Ferreira de Abreu, outro ponto a ser observado é a falta de acessibilidade. Cadeirantes, carrinhos de bebê, ciclistas, patinetes e até mesmo carrinhos para coleta de reciclado, não encontram espaço na calçada.

De acordo com a moradora, quando o filho dela fez uma cirurgia e precisou de cadeira de rodas, ela percebeu o quanto esse trajeto era perigoso. “Um ano atrás, meu filho teve que usar cadeira de rodas e depois muleta, devido a uma cirurgia. Dos dois jeitos, ele não tinha como se locomover porque tinha que passar na rua mesmo. Já que calçada era interditada por carros. A gente ia na frente dele, pedindo espaço na rua, para ele ter mais segurança para passar”.

SALDO DE ATROPELAMENTOS

De acordo com a Polícia Militar, só em 2019 ocorreram 40 atropelamentos em Guarapuava. Este ano até agora, a PM registrou 20 situações como essa. Uma delas ocorreu no início deste mês, em que um carro atropelou uma idosa na faixa de pedestres no Centro. A PM ainda, reforça que estão sendo feitas operações de trânsito semanalmente. Blitz e abordagens tentam impedir esse tipo de ocorrência.

Por fim, o Portal RSN entrou em contato com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes por meio da Secretaria de Comunicação. Entretanto, até o fechamento desta reportagem não houve posicionamento.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

NOVA CONQUISTA

Campo Real recebe Selo Sesi ODS 2020

AINDA EM ALERTA

Pacientes recuperados em Guarapuava chegam a 76%

SISTEMA CARCERÁRIO

Presos quebram parede e fogem de Penitenciária Estadual em Guarapuava

Comentários