Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção

As 15 estações da Via Sacra foram distribuídas no percurso que se inicia no Santuário de Schöenstatt e termina na Igreja Santa Cruz

Caminho da fé: estações da Via Sacra estão em fase final de construção (Foto: Divulgação)

Quem tem passado pela avenida Serafim Ribas Camargo, já deve ter percebido que algo está diferente. Grandes pedras ‘apareceram’ em alguns pontos da via. Assim, trata-se de um projeto já em fase de finalização da instalação de uma Via Sacra.

Isso mesmo. De acordo com o diretor de Turismo de Guarapuava, Márcio de Sequeira, o projeto iniciado no fim de 2017, vai integrar o roteiro do turismo religioso do município.

PEDIDO

Em 2017 a comunidade da Igreja Católica de Rito Ucraniano do bairro Boqueirão (igreja São Nicolau), encaminhou um ofício à prefeitura. “No pedido, a comunidade pediu para que fossem colocados alguns marcos religiosos na avenida Serafim Ribas Camargo”.

(Foto: Divulgação)

Assim, os marcos religiosos complementariam as benfeitorias, como o novo pavimento asfáltico, as rotatórias e ciclovia no fim de 2011. “Essas obras usaram recursos conseguidos com o empenho do saudoso Deputado Federal Cézar Silvestri”.

PROJETO E PARCERIAS

A partir daí, Márcio afirma que a equipe da Secretaria de Turismo elaborou o projeto para instalar uma Via Sacra. Cada marco recebeu rochas naturais e imagens das estações da crucificação de Cristo.

De acordo com o diretor de Turismo de Guarapuava, Márcio de Sequeira, a construção da Via Sacra contou com parcerias das empresas Itax e Dalba.

(Foto: Divulgação)

“As empresas gentilmente doaram e transportaram as rochas até a avenida”. Assim, as 15 estações foram distribuídas no percurso que se inicia no Santuário de Schöenstatt e termina na Igreja Santa Cruz. Desse modo, o trajeto de 3.700 metros foi demarcado a cada cerca de 230 metros com uma estação.

Faltam só 2 esculturas. Uma está na fase de pintura. E a outra estou fazendo. As placas e os canteiros de flores ao redor dos marcos. Mais duas semanas e fica tudo pronto.

De acordo com  Márcio, cada estação será vista também à noite. Isso será possível, porque os marcos estão colocados sob uma lâmpada da iluminação pública.

Cada rocha ganhará placas explicativas em ucraniano, português, inglês e espanhol. Conforme o diretor de Turismo, as esculturas são réplicas de concreto, produzidas a partir das imagens de madeira do santuário de Nossa Senhora Aparecida de Guarapuava.

(Foto: Divulgação)

“O padre Claudemir emprestou gentilmente as imagens para a confecção das réplicas”. Assim a comunidade terá o pedido atendido, com custo muito baixo. E com o empenho de muitos parceiros”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

AJUDA URGENTE

'Vidas por Vidas' faz rifa solidária para não fechar as portas

SONHO REALIZADO

Governo regulamenta terras de pequenos produtores em Candói

SOLIDARIEDADE

Cantor católico faz live beneficente no sábado (18) em Guarapuava

Comentários