Campeonato Paranaense de Futebol recomeça sábado (18)

O Campeonato retorna 125 dias depois de ser paralisado por causa da pandemia. Jogo entre Rio Branco x FC Cascavel será às 14h, com portões fechados

Campeonato Paranaense de Futebol recomeça sábado (18) (Foto: Reprodução/Pixabay)

Depois de ficar paralisado por cerca de 125 dias devido a pandemia do novo coronavírus, a bola vai rolar nos gramados do Paraná. Isso mesmo. O Campeonato Paranaense 2020 paralisado no dia 15 de março está de volta a partir deste sábado (18).

O retorno da disputa foi confirmado nesta quinta (16) durante uma videoconferência que reuniu o governador Carlos Massa Ratinho Junior, o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, o presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Hélio Cury, e representantes dos clubes.

JOGOS

Assim, a partir das 14h, o Rio Branco enfrenta o FC Cascavel. Entretanto o confronto não será em Paranaguá, cidade do mandante do duelo. Isso porque a cidade ainda não está liberada para eventos esportivos. Por isso, a partida que marca a volta do Paranaense será no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. E não terá público, já que o jogo será com portões fechados.

Outra partida que que deve ser confirmada pela FPF é Londrina x Athletico. Como a prefeitura de Londrina vetou o jogo na cidade, a partida deve ser domingo (19), às 18h no estádio Ubirajara Madeiros, em Cornélio Procópio.

Da mesma forma que Londrina, com a proibição de jogos em Curitiba, a Federação também deve anunciar a disputa do clássico entre Paraná e Coritiba para este domingo (19), às 16h no estádio Germano Krüger em Ponta Grossa. Outra partida das quartas de final indefinida, que deve ocorrer no sábado, é Cianorte x Operário.

Nessa semana, o governo estadual retirou as medidas restritivas relacionadas à covid-19 e a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) já havia autorizado a retomada dos jogos de futebol. O Campeonato Paranaense tem 14 partidas em aberto, válidas pelas quartas, semifinais e final.

PROTOCOLO E RECOMENDAÇÕES

O tema da reunião desta quinta entre governo e representantes da federação e clubes foi o protocolo de retorno das atividades do futebol profissional. Ficou acordado que as partidas deverão respeitar todo o regramento sanitário estabelecido pela FPF e pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Essas regras foram referendadas pela Secretaria de Estado da Saúde, e incluem testes, aferição de temperatura e higienização dos estádios. O governador pediu que os clubes promovam campanhas para evitar aglomerações nos arredores dos locais dos jogos ou em bares e restaurantes. Além disso, Ratinho Junior reforçou que o retorno das atividades profissionais do futebol ocorre dentro de parâmetros de saúde bem rígidos.

“O objetivo é a proteção da saúde das equipes, das comissões técnicas e dos profissionais da imprensa. Não podemos esquecer que ainda há pandemia e que o Paraná enfrenta momento difícil. Queremos colaborar e precisamos do compromisso de todos os envolvidos”.

CUIDADOS

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, disse que os clubes cumpriram recomendações anteriores em relação a etapas do processo de retorno. Assim, essas etapas envolveram fase preliminar de entendimento dos processos nos departamentos médicos, treinamento individual e coletivo. Durante esse período os jogadores foram testados e os profissionais e funcionários tiveram que ser acompanhados.

“A federação apresentou um protocolo rígido de regras, com base na documentação da CBF, mas vamos acompanhar diariamente a evolução. O objetivo é preservar a saúde de todos os envolvidos e evitar aglomeração de torcedores”.

Conforme o presidente da FPF, Hélio Cury, os clubes devem seguir à risca os protocolos sanitários e que espera que a reta final do Paranaense sirva de preparação para o Campeonato Brasileiro.

Os atletas são o maior patrimônio dos times, e o maior patrimônio dos atletas é a sua saúde. Não haverá torcida e os próprios reservas deverão ficar na arquibancada, respeitando o distanciamento. É um trabalho grande realizado em conjunto com os clubes para garantir proteção contra a covid-19.

Ainda conforme a Agência Estadual de Notícias, o protocolo reforça que as partidas não terão a presença de público, devem ter acesso restrito ao campo de jogo e vestiário limitado aos funcionários essenciais à administração do estádio, atletas e respectivas comissões. Além das equipes de arbitragem, delegados da partida, controle de doping e profissionais da imprensa.

Além disso, todos os ambientes deverão ser higienizados previamente com solução de água sanitária e na data da partida haverá um inquérito epidemiológico com ênfase na condição olfativa e aferição de temperatura. A estrutura física deverá ser adaptada conforme distanciamento social, ventilação e restrição da circulação de pessoas.

Por fim, apenas os atletas e o árbitro principal podem ficar sem máscara. Deverá ser disponibilizado, ainda, álcool 70% para higienização constante dos envolvidos. A orientação é para evitar cumprimentos antes das partidas e comemorações coletivas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

PARANAENSE DE FUTSAL

CAD anuncia a contratação do revelação ala Traiano para Série Prata

IMPACTO COVID

Estado cancela 'Jogos da Juventude' do Paraná que seria em outubro

PARANAENSE DE FUTSAL

Futsal Feminino 'Série ouro' tem novo formato e cinco baixas em 2020

Comentários