Campeonato Paranaense de Futebol recomeça sábado (18)

O Campeonato retorna 125 dias depois de ser paralisado por causa da pandemia. Jogo entre Rio Branco x FC Cascavel será às 14h, com portões fechados

Campeonato Paranaense de Futebol recomeça sábado (18) (Foto: Reprodução/Pixabay)

Depois de ficar paralisado por cerca de 125 dias devido a pandemia do novo coronavírus, a bola vai rolar nos gramados do Paraná. Isso mesmo. O Campeonato Paranaense 2020 paralisado no dia 15 de março está de volta a partir deste sábado (18).

O retorno da disputa foi confirmado nesta quinta (16) durante uma videoconferência que reuniu o governador Carlos Massa Ratinho Junior, o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, o presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Hélio Cury, e representantes dos clubes.

JOGOS

Assim, a partir das 14h, o Rio Branco enfrenta o FC Cascavel. Entretanto o confronto não será em Paranaguá, cidade do mandante do duelo. Isso porque a cidade ainda não está liberada para eventos esportivos. Por isso, a partida que marca a volta do Paranaense será no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa. E não terá público, já que o jogo será com portões fechados.

Outra partida que que deve ser confirmada pela FPF é Londrina x Athletico. Como a prefeitura de Londrina vetou o jogo na cidade, a partida deve ser domingo (19), às 18h no estádio Ubirajara Madeiros, em Cornélio Procópio.

Da mesma forma que Londrina, com a proibição de jogos em Curitiba, a Federação também deve anunciar a disputa do clássico entre Paraná e Coritiba para este domingo (19), às 16h no estádio Germano Krüger em Ponta Grossa. Outra partida das quartas de final indefinida, que deve ocorrer no sábado, é Cianorte x Operário.

Nessa semana, o governo estadual retirou as medidas restritivas relacionadas à covid-19 e a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) já havia autorizado a retomada dos jogos de futebol. O Campeonato Paranaense tem 14 partidas em aberto, válidas pelas quartas, semifinais e final.

PROTOCOLO E RECOMENDAÇÕES

O tema da reunião desta quinta entre governo e representantes da federação e clubes foi o protocolo de retorno das atividades do futebol profissional. Ficou acordado que as partidas deverão respeitar todo o regramento sanitário estabelecido pela FPF e pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Essas regras foram referendadas pela Secretaria de Estado da Saúde, e incluem testes, aferição de temperatura e higienização dos estádios. O governador pediu que os clubes promovam campanhas para evitar aglomerações nos arredores dos locais dos jogos ou em bares e restaurantes. Além disso, Ratinho Junior reforçou que o retorno das atividades profissionais do futebol ocorre dentro de parâmetros de saúde bem rígidos.

“O objetivo é a proteção da saúde das equipes, das comissões técnicas e dos profissionais da imprensa. Não podemos esquecer que ainda há pandemia e que o Paraná enfrenta momento difícil. Queremos colaborar e precisamos do compromisso de todos os envolvidos”.

CUIDADOS

O secretário estadual de Saúde, Beto Preto, disse que os clubes cumpriram recomendações anteriores em relação a etapas do processo de retorno. Assim, essas etapas envolveram fase preliminar de entendimento dos processos nos departamentos médicos, treinamento individual e coletivo. Durante esse período os jogadores foram testados e os profissionais e funcionários tiveram que ser acompanhados.

“A federação apresentou um protocolo rígido de regras, com base na documentação da CBF, mas vamos acompanhar diariamente a evolução. O objetivo é preservar a saúde de todos os envolvidos e evitar aglomeração de torcedores”.

Conforme o presidente da FPF, Hélio Cury, os clubes devem seguir à risca os protocolos sanitários e que espera que a reta final do Paranaense sirva de preparação para o Campeonato Brasileiro.

Os atletas são o maior patrimônio dos times, e o maior patrimônio dos atletas é a sua saúde. Não haverá torcida e os próprios reservas deverão ficar na arquibancada, respeitando o distanciamento. É um trabalho grande realizado em conjunto com os clubes para garantir proteção contra a covid-19.

Ainda conforme a Agência Estadual de Notícias, o protocolo reforça que as partidas não terão a presença de público, devem ter acesso restrito ao campo de jogo e vestiário limitado aos funcionários essenciais à administração do estádio, atletas e respectivas comissões. Além das equipes de arbitragem, delegados da partida, controle de doping e profissionais da imprensa.

Além disso, todos os ambientes deverão ser higienizados previamente com solução de água sanitária e na data da partida haverá um inquérito epidemiológico com ênfase na condição olfativa e aferição de temperatura. A estrutura física deverá ser adaptada conforme distanciamento social, ventilação e restrição da circulação de pessoas.

Por fim, apenas os atletas e o árbitro principal podem ficar sem máscara. Deverá ser disponibilizado, ainda, álcool 70% para higienização constante dos envolvidos. A orientação é para evitar cumprimentos antes das partidas e comemorações coletivas.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BOM RESULTADO

CAD vence time de Coronel Vivida com placar de 3 a 1

VAI CAD

CAD viaja até Coronel Vivida para enfrentar o time da casa

AUXÍLIO COM RESTRIÇÕES

Bolsonaro sanciona com vetos, auxílio emergencial para setor esportivo

Comentários