Condomínio fechado: investimento certo para quem quer morar ou apenas investir

Guarapuava se torna cidade polo e investimentos aquecem mercado imobiliário

Na contramão da economia nacional, o município de Guarapuava se destaca quando o assunto é o mercado imobiliário. A série de investimentos anunciados e recebidos pelo município em 2018, com a inauguração do Shopping Cidade dos Lagos, a criação de cursos de medicina, construção de aeroporto e do hospital regional, reduziu aqui os impactos da crise imobiliária nacional.

No entendimento do empresário Claudinei Pereira, proprietário da Imperium Imóveis, Guarapuava começa assumir o papel de importância que tem no cenário regional e a partir desses investimentos, desponta como cidade polo. E para 2019, as expectativas são as melhores. “Mudança de ano, as pessoas estão com mais vontade de investir. Tivemos também mudança de governo, o que traz uma segurança maior ao mercado. Muitas empresas que estavam com projetos estagnados, voltaram a buscar novos investimentos”.

De acordo com o empreendedor, todas essas novidades aqueceram ainda mais o setor em Guarapuava. A demanda aumentou e muito no mercado de locação residencial. “Tivemos uma demanda muito grande decorrente de um público que chegou, com a criação de novos cursos universitários, e houve falta de imóveis com esse perfil na cidade”.

CONCEITO DE CONDOMÍNIO FECHADO

Guarapuava não tinha um conceito de condomínio fechado estabelecido. Mas com o desenvolvimento econômico vivenciado pelo município, a Imperium Imóveis saiu na frente e criou o conceito. Primeiro com o Piemonte e agora com o Condomínio Villaggio Firenze.

(Foto: Divulgação/Imperium Imóveis)

De acordo com Claudinei Pereira, Guarapuava até então não tinha esse perfil. Era uma cidade tranquila. “E o Firenze vem ao encontro das pessoas que procuram segurança e comodidade, que querem criar os filhos dentro de um condomínio com toda infraestrutura de lazer, piscina, quadra de poliesportiva, salão de festa”.

 

(Foto: Divulgação/Imperium Imóveis)

 

(Foto: Divulgação/Imperium Imóveis)

A cultura de viver em condomínio fechado é novidade em Guarapuava, mas já caiu no gosto de muita gente. No segundo semestre de 2018 houve uma grande procura por investimentos nesse setor. “A expectativa é que até o fim do ano esgotem as vendas do Firenze. Temos uma condição de pagamento fantástica, em até 120 meses. É uma certeza de bom negócio, de ótimo investimento”.

(Foto: Divulgação/Imperium Imóveis)

Claudinei explica que na medida em que as vendas do empreendimento começam a ser finalizadas, os terrenos acabam valorizando ainda mais, porque a demanda continua e a oferta diminui até que surjam novos condomínios. Como foi o caso do Piemonte, de mais de 200% que teve de valorização.

Além disso, com uma política de preços de crescimento, os valores dos terrenos são reajustados mensalmente. “Então nunca alguém compra um terreno dentro do condomínio que fazemos, mais barato que o último cliente. É certeza de ganho acima da inflação. E a partir do momento em que as vendas do condomínio termina, a valorização é ainda maior”.

(Foto: Divulgação/Imperium Imóveis)

Assim, quem pretende comprar uma casa, tem que pensar no mercado na hora da venda. E uma casa dentro de um condomínio é certeza de liquidez. Para encontrar o imóvel que você deseja morar em Guarapuava, perfeito para seu objetivo e interesse, procure a Imperium Imóveis.

“Estamos disponíveis em nosso site, no telefone (42) 3621-7100 e (42), whatsapp (clique aqui), ou ainda em nossa sede, na rua Vicente Machado, 1360, Centro. Estamos te esperando com o imóvel certo para você.” Saiba mais sobre o Condomínio Villaggio Firenze.

 

 

Relacionadas

PIS

Abono salarial começou a ser pago nesta quinta (21)

FIQUE LIGADO!

O que muda se a proposta de reforma da Previdência for aprovada

FORTUNA!

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 32 milhões nesta quarta (20)

Comentários