Em três anos, mais de 350 alunos receberam atendimento psicossocial na Unicentro

Demanda crescente tem ampliado ações do setor de Assistência Estudantil da instituição

Em 2016, a percepção dos profissionais que integram o setor de Assistência Estudantil da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) fez com que a instituição dedicasse uma atenção especial à saúde mental dos estudantes. Desde então, no campus Santa Cruz e Cedeteg, em Guarapuava, e no campus de Irati, um projeto de extensão coordenado pela professora Carla Vestena é responsável por promover ações que incentivem a discussão e esclarecimentos sobre o tema com a comunidade acadêmica.

De acordo com o professor Marcos Pelegrina, responsável pelo setor, várias atividades têm sido promovidas com os alunos. “Neste projeto de extensão são organizadas palestras, rodas de conversa, ações de debate que despertem o estímulo ao debate da saúde mental dentro do universo acadêmico e no convívio social”, explicou.

(Foto: Matheus Buongermino)

Segundo dados repassados ao Portal RSN pela Coordenadoria de Comunicação Social da Unicentro (COORC), atualmente, a universidade conta com quatro psicólogos prestando atendimento aos estudantes nos três campi. Desde o início da oferta do programa, 37 alunos receberam atendimento psicossocial em 2016, 214 alunos em 2017 e outros 127 atendimentos foram prestados no ano passado.

“Quando os estudantes nos procuram, nós temos a oferta de quatro consultas com acompanhamento de profissional. Se o quadro é grave ou é notório pelo profissional que a continuidade do trabalho é necessário, a instituição faz o encaminhamento da demanda à rede pública. Em casos urgentes, como já atendemos aqui, há o intermédio da residência médica que adianta um encaminhamento ao psiquiatra, contatamos a família e tudo que é necessário, dentro do que é possível à Unicentro”, afirmou Pelegrina.

De acordo com o professor, a crescente na procura pelo serviço é decorrente da expansão do programa que, este ano, passará por nova ampliação.

Nós entendemos que muitas demandas dos alunos decorrem não só de questões ligadas ao universo acadêmico mas, também, ao convívio social. São casos de homofobia, de violência contra a mulher e preconceito que acabam desencadeando patologias. Tudo isso precisa ser acompanhado e discutido. Por isso, estamos buscando ampliar este ano, nossas atividades dentro deste projeto de extensão de saúde mental com um número maior de atividades, com parcerias com cursos da área de saúde, discussões de filmes e outras produções que possam favorecer um ambiente favorável à procura de ajuda.

Na última semana, o caso de um aluno do programa de doutorado em Química da Unicentro teve grande repercussão. O estudante de 29 anos foi flagrado nu pela Polícia Militar (PM) de Guarapuava na rua Saldanha Marinho, próximo ao campus Cedeteg. De acordo com o boletim da PM, ele tinha em mãos uma faca. Visivelmente alterado, ainda segundo o relatório, a equipe do SIATE o encaminhou para atendimento médico.

(Foto: Leitor/RSN)

Segundo a assessoria da instituição, o jovem teria passado por um surto. Em nota enviada pela COORC ao Portal RSN, “a coordenadora do Doutorado em Química, professora Andressa Galli, informou que até o acontecimento, o programa desconhecia os problemas do aluno. Após o incidente, reuniram os professores e alunos do doutorado para saber mais sobre o aluno e, pelos relatos, os demais integrantes do programa também desconheciam o problema”.

Sobre o caso, Pelegrina reiterou que se o aluno buscar ajuda, ele poderá ser acompanhado pela equipe da instituição, com o acolhimento e apoio profissional ofertado na Unicentro. Para os estudantes da universidade, nos campus Santa Cruz, Cedeteg, em Guarapuava, e ainda, em Irati, o atendimento psicossocial oferecido pela setor de assistência pode ser encontrado pelos estudantes no setor de assistência ao aluno, que funciona nos períodos da manhã, tarde e noite.

Relacionadas

NO TOPO!

CAD vence Apaf de Paranaguá com placar de 4 a 2 em Guarapuava

BALANÇO

Guarapuava registra dois casos de covid neste domingo

ÁLCOOL E DIREÇÃO

Três motoristas embriagados são presos após acidentes em Guarapuava

Comentários