Energisa devolve ventiladores pulmonares para o Hospital São Vicente

Os equipamentos estavam danificado e foram recolhidos pela distribuidora e consertados por técnicos do Senai de São Paulo

Entrega dos primeiros equipamentos feita pelo coordenador do Senai, André Luís Cano (à esquerda), aos representantes da empresa Gabriel Alves, diretor-presidente (no meio) e Helber Corsaletti, gerente de Gestão e Projetos (à direita) (Foto: Energisa)

A Energisa Sul-Sudeste fez nessa quinta (28), a devolução de dois ventiladores pulmonares para o Hospital São Vicente de Paulo, de Guarapuava. Os equipamentos que estavam danificados foram recolhidos pela distribuidora e consertados na Escola do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em São Paulo. No total são quatro aparelhos para a instituição, os outros dois permanecem no conserto e serão entregues em breve. Os ventiladores pulmonares serão utilizados pelo hospital no tratamento dos pacientes de Covid-19.

PARCERIA

A parceria firmada entre o Senai e a distribuidora, que atende 82 municípios nos estados de Minas Gerais, Paraná e São Paulo, faz parte das ações do movimento Energia do Bem. O projeto criado pelo Grupo Energisa, viabiliza ações emergenciais que ajudem a superar a crise humanitária provocada pela doença. De acordo com Nadir Roberto Martini, diretor do Hospital São Vicente de Paulo, o apoio veio num momento muito importante.

“Nossa instituição, como muitas outras espalhadas pelo país, atravessamos uma situação financeira muito delicada. O apoio da Energisa, juntamente com o de outras empresas de Guarapuava e Região, tem sido fundamental. Sozinhos não conseguíramos passar por esse momento. Só temos a agradecer”.

Reinaldo Juliani, gestor de Clientes da Energisa (à esquerda), fez a entrega do equipamento ao diretor do hospital, Nadir Roberto Martini (Foto: Energisa)

O diretor ainda reforça a importância da chegada dos respiradores. “Os equipamentos serão direcionados para o enfrentamento da pandemia, eles serão essenciais. Por mais que Guarapuava ainda não esteja sofrendo uma situação crítica, estamos atuando com todos os protocolos necessários, buscando garantir a segurança dos nossos profissionais e da população que busca atendimento em nosso hospital”.

RECONHECIMENTO

O coordenador de Relacionamento do Senai de Presidente Prudente (SP), André Luís Cano, ressaltou a importância do movimento idealizado pelo setor empresarial no combate ao coronavírus.

A Energisa, juntamente com outras empresas, adotou inúmeras medidas de enfrentamento contra a Covid-19. E nós também estamos juntos nessa e oferecemos a manutenção desses respiradores mecânicos que são essenciais para o tratamento de doentes graves. Essa foi uma iniciativa da presidência da Fiesp, Ciesp, Sesi e Senai. Os respiradores danificados passaram por um processo que inclui triagem inicial e desinfecção. Em seguida foram enviados para o núcleo Odonto-Médico-Hospitalar do Senai, localizado na Vila Leopoldina, na Zona Oeste de São Paulo, onde recebem as manutenções necessárias.

Conforme Gabriel Alves Pereira Junior, diretor-presidente da Energisa Sul-Sudeste, a iniciativa é muito importante e contribui de forma significativa para o tratamento dos pacientes que dependem desses equipamentos.

“Estamos vivendo um momento delicado e que requer a união de forças para dar suporte aos pacientes de Covid-19. Esses equipamentos vão ajudar no tratamento dessas pessoas e, além disso, salvar vidas. Estamos totalmente engajados nesse objetivo”.

ATENÇÃO AOS IDOSOS

A Energisa abriu internamente uma campanha de voluntariado com financiamento coletivo para auxiliar instituições de atendimento aos idosos. Para cada R$ 1 doado pelos colaboradores, a empresa doou mais R$ 1. Assim, foram arrecadados mais de R$ 120 mil. Em breve esses recursos serão divididos e destinados para as instituições escolhidas. Em Guarapuava a instituição S.O.S Airton Haenisch será beneficiada.

INVESTIMENTO NA PRODUÇÃO DE TESTES / FIOCRUZ

A companhia se uniu a outras empresas do setor elétrico para ajudar a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) a produzir testes diagnósticos da Covid-19. Os testes são necessários para a identificação de pacientes contaminados pelo novo coronavírus e fornecer a eles o tratamento adequado. Sozinho, o Grupo Energisa doou R$ 1,5 milhão para a iniciativa.

Além disso, o Grupo Energisa investirá R$ 5 milhões no movimento em todos os estados onde atua. De acordo com a vice-presidente de Gente e Gestão do Grupo Energisa, Daniele Salomão, os recursos serão aplicados em diversas frentes mapeadas junto ao poder público local.

“O foco é sempre em ações orgânicas e dinâmicas, mas articuladas com as necessidades do poder público em cada localidade”.

Entre os parceiros envolvidos no movimento estão Confederação Nacional da Indústria (CNI), IEL – Instituto Euvaldo Lodi, Sesi/Senai e Agência de Desenvolvimento do Polo Audiovisual da Zona da Mata (MG) e Evoé. A Unesco fará uma curadoria de conteúdos educativos para o portal.

PORTAL ENERGIA DO BEM

Uma das principais frentes do movimento será o portal do movimento Energia do Bem. Ele concentrará informações de utilidade pública sobre a prevenção contra a contaminação pelo vírus e o andamento das ações promovidas.

Conforme Daniele Salomão, a Unesco fez uma curadoria dos conteúdos da Biblioteca Digital, de domínio público, que terão links diretos por meio do portal. “O portal será uma janela para os materiais sugeridos pela organização. Vamos destacar algumas coleções sobre educação midiática, um tema prioritário no momento em que as pessoas são confrontadas com informações de todos os lados, nem sempre confiáveis”.

O Instituto Efort, parceiro do Grupo Energisa em ações de eficiência Energética, está desenvolvendo jogos educativos sobre a Covid-19 que entrarão na plataforma junto com outros que já são utilizados no programa Nossa Energia.

Por fim, o Polo Audiovisual da Zona da Mata, outro parceiro da Energisa, vai usar a plataforma Samba Tech para levar filmes às casas das pessoas durante o isolamento social. Para conhecer o portal, basta acessar www.movimentoenergiadobem.com.br.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

CUIDADO E APOIO

Traumas na infância e adolescência podem se agravar na fase adulta

ADOCE O DIA DAS CRIANÇAS

Grupo de Escoteiros arrecada brinquedos e doces em Guarapuava

SANEAMENTO

Cristina Silvestri anuncia obra de rede de esgoto no bairro Santana

Comentários